quarta-feira, janeiro 03, 2007

Bora começar tudo de novo!!

I am unwritten, can't read my mind, I'm undefined
I'm just beginning, the pen's in my hand, ending unplanned
Staring at the blank page before you
Open up the dirty window
Let the sun illuminate the words that you could not find
Reaching for something in the distance
So close you can almost taste it
Release your inhibitions
Feel the rain on your skin
No one else can feel it for you
Only you can let it in
No one else, no one else
Can speak the words on your lips
Drench yourself in words unspoken
Live your life with arms wide open
Today is where your book begins
The rest is still unwritten
I break tradition, sometimes my tries, are outside the lines
We've been conditioned to not make mistakes, but I can't live that way...

Unwritten; Natasha Bedingfield

Minha gente, eu tomei um porre no dia 31 daqueles de não lembrar nem como fui para casa, acordei atravessada na cama com uma calcinha diferente da que usava quando saí de casa...

Soube por minha prima, a abençoada que estava comigo e me levou para casa, que tomei banho quando cheguei e troquei de calcinha, menos mal né?

Mas foi um porre daqueles de rir, dançar, gritar e botar prá fora tudo de ruim que esse ano de 2006 foi para mim... um ano de chateação, de rejeição, de seres misóginos cruzando meu caminho e gente imatura e mimada que "piormente" ainda se dá ao luxo de julgar!!

"Arre, estou farto de semideuses!
Onde é que há gente no mundo?
Então sou só eu que é vil e errôneo nesta terra?"

(Poema em linha reta, Álvaro de Campos, heterônimo de Fernando Pessoa)

Muita discussão com minha sogra, que tentou transformar meu filho num ser capenga, como fez com seus próprios filhos, muito desgaste emocional num caso que finalmente foi prá casa do caralho e muito marasmo profissional, falta de dinheiro e perspectiva... depressão e crises de pânico!!

Pois bem, começo o ano com planos. Esta é a primeira vez na vida que eu começo um ano com planos e resoluções... planos simples e resoluções firmes!!

Minha sogra está proibida de se meter em minha casa, a faxineira está sendo mandada embora, meu filho, além de estar apenas sob minhas ordens, foi recrutado prá ajudar no serviço de casa, bem como minha sobrinha que arrumou um emprego no Rio e está passando a semana em minha casa.

Cortados os custos da faximeira, despesa de bar e cigarro, já me sobra um bom dinheiro no fim do mês prá me equilibrar. Cansei de ficar contando tostão e pensando em cortar a academia e minha querida tv de assinatura, quero muito conforto, sossego e bunda dura esse ano!!

Mas 2006 não foi de todo ruim, claro, nunca é... o amor das pessoas que entram em nossa vida e tornam-se amigos é tudo que compensa qualquer merda que acontece né não?

Em 2006 firmei minha amizade com Marcinha e Armando, descobri amizade num casal que freqüenta o bar, que floresceu no finzinho do ano. Nem preciso, ou melhor, preciso sim, mencionar meu filho, um pré-adolescente que é amigo da mãe...

Desde 2002, através do blog conheci a Buíke, que nunca mais saiu da minha vida, amo você moça!!

E, no apagar das luzes entraram em minha vida a Esfinge, o Sujeto Oculto e o Dono do Bar, uma menina e dois meninos muito interessantes, espero que tenham vindo prá ficar!!

Bem, o ano não foi de todo ruim, mas tenho esperanças que este ano será mais legal...

5 comentários:

Emilia disse...

Oi J@de! Esse seu fim d'ano! Memorável mesmo que não se lembre de tudo o que se passou :D
As resoluções estão, na verdade, boas e firmes. Vá em frente com elas!
E que 2007 seja mesmo um ano bom, melhor do que seu 2006, que me pareceu aliás, do pouco que me foi dado conhecer, até bastante bom também, somando e subtraindo :)
Beijo para você.

Marcinha disse...

Oi miga! Ano novo, vida nova! Obrigada pela lembrança, estou sempre por aqui, embora não comentando. Beijos

Dono do Bar disse...

rá, rá!
Pó pará!

Essa história da calcinha trocada é pior de batom na cueca: não dá para explicar!

Mas tudo bem. O importante é que vc se divertiu.

Tá doida...

Beijos.

DB.

Anônimo disse...

Jadeee.
depois desse "menina" já fiquei para todo o sempre. hehehehe
Já disse: amigos são eternos, vc vai ver.
beijim

Sujeito Oculto disse...

J@de, querida, desculpe a demora, mas ainda não tinha visto esse post! Que bom que você pensa assim de mim, porque a recíproca é verdadeira. Beijo!