terça-feira, fevereiro 27, 2007

Relacionamentos e eu...

A Fernanda fez um post sobre liberdade nos relacionamentos muito legal!!

Sou a favor da liberdade, de manter amizades, de fazer programas separados, ao gosto de cada um. Mas seu post me fez pensar... pensar nos meus relacionamentos, como foram desgastantes emocionalmente, eu nunca me senti realmente amada depois daquele momento que passa aa ilusão da paixão.

Fiz uma compilação de parágrafos do outro blog que vão de 2002 a 2005, quem quiser ler tudo, estão aí as datas, é só ir no blog.

terça-feira, 24 de junho de 2003
Eu sou uma pessoa esquisita... posso ser chamada de "freak". Passo por altos e baixos, por isso, sou um docinho e no segundo seguinte uma bomba atômica...

Sofro com uma doença que está diretamente ligada à essas oscilações. Eu tenho que mostrar literalmente na pele, o quanto isso tudo me fez mal... o quanto eu sou carente de atenção e amor...

Sou compulsiva, controladora, mandona, radical, tento ser independente a qualquer custo e tenho um tremendo desejo que os outros adivinhem o que eu quero e ajam da mesma maneira que eu.

Aprendi a compreender a aceitar tudo de todo mundo, acho que é o certo... mas, claro, nem sempre é bom, aí eu caio no outro extremo, me defendo, não gosto de joguinhos, acho que nem nos adolescentes isso fica bonito, um ser humano pode estar acima disso...

Por ser radical, não gostar de hipocrisia e ter inteligência suficiente prá localizar o que me incomoda em qualquer relacionamento, ainda que demore um pouco, quando as coisas não dão certo eu simplesmente me afasto ou corto de vez do meu convívio...

...eu me dou ao luxo de dizer o que não me agrada, e mostrar qual será o meu comportamento se as coisas não atingirem um nível satisfatório, sou radical, mas não sou teimosa, sou capaz de discutir uma situação e tentar sempre encontrar um denominador comum...

terça-feira, 2 de dezembro de 2003
"Você é uma mulher interessante, inteligente, independente. Merece um relacionamento legal, com um homem que, nem precisa sustentar você, mas que caminhe do seu lado, que seja carinhoso como você quer, e que seja bom de cama!! Mas você tem que acreditar nisso, porque somente saber que você é isso tudo e não acreditar que merece, é como conhecer a teoria e não colocar em prática!! Acredite que você merece!!"
(Ana Paula, psicóloga, durante uma sessão)

quinta-feira, 29 de janeiro de 2004
Quanto tempo vai se passar para que se entenda que ser uma mulher livre não quer dizer fechar o coração para o amor?? Não é querer apenas sexo porque a sociedade acha que, se uma mulher não precisa de um homem prá lhe sustentar financeira e emocionalmente ela só pode ser coisa que não presta e não merece respeito??

O que falta explicar é: mulher independente quer amor, quer cuidados, quer carinho, quer respeito e quer sexo!! Não precisa ser fraca prá merecer isso... Meninos não se assustem, mulher forte sabe também ser apaixonada...

segunda-feira, 9 de maio de 2005
Eu cheguei à uma conclusão importante sobre mim... sou uma mulher inteligente, esperta, independente, séria e responsável, mas bem humorada, franca e liberta de preconceitos e hipocrisias... mas não adianta eu tentar, ou procurar, ou me pôr disponível, eu não sou o tipo de mulher que desperta sentimentos nos homens...

Sem querer generalizar, mas as experiências com os homens que passaram por minha vida, me mostraram que, quando se depara com uma mulher desse tipo, o sujeito ou lembra da mãe e quer ficar debaixo da asa, ou fica com bolado porque deve pensar que encontrou um macho com buceta e não consegue olhar com carinho prá essa criatura...

Isso que me deixou mais irritada do que nunca!! Quero namorar, espero carinho, respeito, tesão e amor, cuidados e aquela proteção que a gente tem com quem ama... não é, nunca foi e talvez nunca será o que eu vou receber do sexo oposto...

Posso mudar muita coisa em mim, menos minha essência, e minha essência não agrada aos homens... agrada aos gays e aos que querem um sexozinho fácil... eu quero um cadinho mais que isso, quero carinho... xá prá lá...


quarta-feira, 10 de agosto de 2005
Gostaria que tudo que eu falo fosse condizente com o que eu sinto e penso... gostaria de ter firmeza pra seguir o que eu acho certo para minha vida, gostaria de não esperar aprovação, nem temer rejeição, e nem fingir que isso não me incomoda ou não faz parte da minha personalidade...

Queria não ser tão mulherzinha, quando sei que tenho que ser macho em tempo integral, e eu gosto disso, de ser livre, independente e arrimo a minha vida...


terça-feira, 27 de fevereiro de 2007
Cheguei a conclusão que é melhor ficar na minha, porque não vou namorar mais. Não me iludo com promessas vãs, não tenho propensão a ser amante e não tenho saco prá homem dependente. Prefiro ficar só a ficar disponível apenas prá me iludir com a possibilidade de ter um pingo de atenção de alguém...

Minha novidade, Emília, diluiu-se no meio de todas essas constatações... a verdade é que em todos esses anos nada mudou... eu continuo não sendo o tipo de mulher que desperta sentimentos num homem suficientes para que ele queira ter uma relação. No máximo uma aventurazinha, nenhum homem quer perder tempo. Eu não sou uma mulher "namorável".

2 comentários:

Fernanda disse...

Por todas essas suas decepções, por uma visão idealizada que eu tinha sobre relacionamentos e o choque que isso causava quando entrava em contato com a realidade, é que me tornei esse ser racional meio chato... rs... É a solução? Com certeza não... mas é um estágio que preciso passar e ultrapassar...

Espero que tudo que aconteceu e acontece contigo possa pelo menos te deixar menos vulnerável... só isso já ajuda a não se machucar tanto...

Quanto aos relacionamentos, eles sempre nos surpreendem... sempre, quando vc menos espera, algo vinga... e as vezes quando tudo parece um conto de fadas, se torna um pesadelo...

simaocireneu disse...

Jade, amiga fluminense, dileta soliloquista, será que o seu grande crime não é pensar demais? E lá homem agüenta concorrência de tal estofo? Ara!, poupe-me!
Outra coisa: onde é que V. vai arrumar homem inteligente, bonito, honesto, bom de cama, &c, tudo num pacote só?
Viximaria! De qualquer forma, desejo-lhe ótima sorte em sua empreita.
Amplexos efusivos!