quarta-feira, junho 13, 2007

There are more tears shed over answered prayers than over unanswered prayers.

Há mais lágrimas derramadas pelas preces atendidas do que pelas preces não atendidas.
Santa Teresa D´Ávila

Dia de Santo Antônio. Não sou católica, não gosto da instituição, mas minha mãe era, e eu peguei alguns hábitos e crenças. Talvez eu não duvide da santidade de alguns seres, acho que é isso.

Minha mãe era devota de Santo Antônio, todo ano trazia pãozinho e punha no pote de farinha para haver fartura em casa, tinha um santinho de chumbo que carregava na carteira.

Também tenho meu pãozinho na farinha e carreguei o santinho que era da minha mãe na carteira. A carteira foi roubada, e comprei outro na saída do metrô, ao lado da rampa do Convento de Santo Antônio aqui no Centro.

Pus na minha mesa. A criancinha no colo dele é solta. Eu não sei de onde vem a lenda que prá se conseguir alguma coisa com ele precisamos maltratá-lo. Botar de cabeça prá baixo, tirar a criança do colo dele.

Toda vez que eu ficava na merda eu virava o santinho da carteira até sair do sufoco. E sempre saía. Mas nunca maltratei para namorar alguém. Pensei em fazer, mas nunca tive coragem.

Todos os homens que desejei, de alguma forma eu tive. Ainda que fosse apenas um beijo. Mas é preciso muita responsabilidade para manter uma relação, talvez por isso eu nunca tive coragem de pedir.
Acho que no fundo eu tinha medo de chorar depois de atendido o desejo, porque não tinha firmeza na relação. Depois que li este post da Fernanda, eu pensei muito e muita coisa ficou clara para mim.
No fundo eu nunca pedi porque sabia que paixão, é irracional e irresponsável. E finda a paixão, a relação não iria à frente. Imaturidade minha ou não?

Saindo do metrô, vi pouca gente subindo a rampa do convento e quando eu cheguei aqui disse pro meu santinho: "acho que você tá vacilado muito com os enamorados, porque tinha muito pouca gente lá hoje heim?".
Eu me senti culpada quando terminei meu casamento, imagina se eu tivesse envolvido o pobre do santinho? Superstição ou não, hoje estou segura do que quero, e espero de uma relação, então estou aqui olhando prá ele e acho que vamos levar um papo mais sério.

Isso é lá com Santo Antônio
(Lamartine Babo)
Eu pedi numa oração
Ao querido São João
Que me desse um matrimônio
São João disse que não!
São João disse que não!
Isto é lá com Santo Antônio!
Eu pedi numa oração
Ao querido São João
Que me desse um matrimônio
Matrimônio! Matrimônio!
Isto é lá com Santo Antônio!

Letra inteira aqui
Foto retirada deste site.

5 comentários:

Fernanda disse...

Eu fiz muitas simpatias envolvendo Santo Antônio... Hoje estava me lembrando de algumas com o pessoal lá do trabalho... Já coloquei o santo amarrado de cabeça pra baixo dentro do armário... rs... já tirei o menino dos braços dele, já fiz de um tudo pra conseguir um namorado... rs...

Olhando hoje em dia sinto tudo isso distante, talvez por estar casada, talvez por ter amadurecido e visto que cada um tem a fatia do bolo que merece... enfim... Lembro com carinho dessa época... e claro, ainda sou devota de Santo Antônio... bjs

Segredos da Esfinge disse...

Jade,
Minha mãe sempre dá um pãozinho pra mim todos os anos.
Eu acho que tenho um santinho lá em casa, ganhei da minha avó (ela morria de medo que as netas ficassem encalhadas). Mas nunca fiz promessa não, mas não vou dizer: "Desta água não beberei", vou continuar guardando o santinho, vai que um dia eu necessite de ajuda dos céus.
Beijinhosss

Jana disse...

Eu tenho uma foto quase afogando o santo na cerveja kkkkkkk

beijos

Osc@r Luiz disse...

É, J@de, acho que o Santo agradece.
Também não sou católico, mas me deixo influenciar por algo de bom que as religiões tenham a me oferecer.
Não há mal nisso.
Santos, em geral, são no mínimo bons exemplos de vida.
Aqui em Cuiabá e região, a devoção maior é com São Benedito.
Acho que o seu Santo tem sido tão cordial com você justamente pela postura que tem tomado diante dele.
Pelo menos, se fosse eu, assim seria...
Hahahaha!
Beijos com carinho.
Acho que a vida ou o que possa vir além dela, te reserva algo muito especial. Você merece!

Cin disse...

Achei suas reflexões muito maduras.
Parabéns!
Bjos Flor!