segunda-feira, julho 02, 2007

Pedofilia...

É um assunto polêmico, triste e que enoja. Qual sua opinião para a interação entre uma moça de 14 anos e um homem de 32? A denominação foi proposital, "moça e homem" em vez de "mulher e homem".

Homens de qualquer idade gostam de pele macia e formas bem definidas das mulheres, principalmente as jovens. Toda mulher sabe disso. Uma adolescente de 14 anos (se já menstruar) tem a aparência e comportamento de uma mulher. Mas sua cabeça ainda é de uma criança.

Mas ela usa calças apertadas, saias e tops curtíssimos, está com os hormônios à flor da pele, sabe que chama atenção e é exatamente o que ela procura, porque é uma adolescente e está procurando seu lugar no mundo.

Os hormônios sexuais são bombas que devem ser contidas pelos adultos, senão assim que menstrua as meninas engravidam. Por quê? Porque são crianças!!

Homens são adultos, adolescentes são crianças. Adultos maduros olharão para um corpo bonito, mas perceberão que ali está uma adolescente, que comporta-se como uma a adolescente (ora criança, ora adulta) e não verão ali possibilidade de interação que não a de um pai ou tio.

Se essa adolescente estiver vivendo mal com sua mãe, ela está se sentindo mal amada, porque sua mãe não lhe dá atenção, uma vez que a própria mãe pode também estar procurando atenção e não se conforma de estar perdendo sua juventude enquanto sua filha floresce!!

Esse homem não percebe que uma moça de 14 anos se oferecendo, é porque está descobrindo sua sexualidade, não é porque ela quer uma relação com ele. Ela fará o mesmo com um moço de 14 anos.

A mãe dessa menina e esse homem de 32 anos não amadureceram e eu estou escrevendo, porque é uma situação que de fato está acontecendo. A mãe não vê o que se passa, o homem de 32 anos, dá confiança e a garota tá com um fogo no rabo e não se segura.

Debati o assunto no sábado, porque eu estava conversando com esse cara e ela chegou perto querendo que ele fosse com ela na Lan porque ele deixou o email, orkut, msn, sei lá que merda que foi abertos e ela ia mexer.

E eu com minha delicadeza disse: "Você não tem que mexer em nada com ele, porque ele é um homem adulto e você é uma criança!! Se quiser, titia vai com você!!" Ela saiu correndo e sem graça.

Eu disse a ele, que se eu vir algo acontecendo, vou denunciá-lo à corporação. Ele é policial. Hormônios não devem ganhar guerra contra maturidade.

E o filhadaputa que me cantou, debatendo o assunto, me disse: "Patricia, tudo bem, você está certa e quer fazer alguma coisa, mas e se a mãe não está nem aí?" E eu respondi: "Não me interessa a mãe, somos quatro vendo a situação, e se eu, você e ele (o bobalhão) que somos adultos, não incentivarmos, já seremos 3/4 a impedir que algo aconteça precocemente, porque hormônios à flor da pele ou não, é uma criança."

O que você faria? Como você agiria? Você larga para lá, afinal não é de sua conta? E se essa garota estivesse atravessando a rua sem a mãe? Você deixaria ela ser atropelada, afinal a mãe é que deveria estar com ela para atravessá-la?

Bem, dos outros eu não sei, mas não creio que o correto seja largar uma criança, ainda que ela esteja com esse fogo todo, uma vez que, o instinto sexual chega primeiro que a maturidade para administrá-lo.

Sei lá, mal comparando, acho que é o mesmo que abaixar prá pegar seu lixo que caiu no chão e não pegar o que está do lado, afinal não foi você que o jogou. Para mim, viver em sociedade é cada um fazer sua parte.

7 comentários:

Segredos da Esfinge disse...

Jade,
É deprimente saber que muitas pessoas só conseguem olhar pro próprio umbigo.
Mundo cão esse nosso, cheio de egoísmo, cheio de podridão.
Não deixe mesmo de fazer algo, avise a mãe que às vezes nem sonha com o que acontece, avise o pai, os avós, os tios, "GRITA FORTE E ALTO", mas não permita que as coisas aconteçam desse modo, se vc tiver que dar um petelécos na moça "FAÇA", porque um dia ela vai agradecer.
Ao meu ver tudo começa em casa, essa moda de calças apertadas, tops minúsculos, será que a mãe não vê que isso não é roupa adequada (nem sei se ela se veste assim) mas tudo começa em casa, com bom diálogo, nem sempre ser mãe moderna é melhor, tudo tem seu momento.
Acho que vc precisa dar uns petelécos na mãe também.
Botar filho no mundo é fácil, mas responsabilidade são poucos que querem e depois ainda temos que ouvir qué é o país que não presta, mas na verdade são os PAIS que deixam de cumprir seu papel na sociedade.
Triste seu post, triste realidade.
Bjos

Suzi disse...

é, j@de, é...
mundo cão.
homens cães.
faça a sua parte, sim; mesmo que seja taxada de chata, pudica, parará. um dia a moça vai comreender; quem sabe, até agradecer.

Muneo disse...

Engraçado, estava conversando com um amigo (que é formado em psicologia) exatamente sobre isso.

Uma coisa é inegavel, as midias - seja televisao, radio, internet - estao trazendo muito mais informacao, e consequentemente, provocando mais cedo a curiosidade das criancas.

O que estavamos conversando era sobre pedofilia no ponto mais basico. Daquele que pegam criancas de 5 anos. Alguns adultos (pedofilos) nao tem nocao do quanto um ato, provocado nas fases iniciais de vida da crianca, se torna um trauma pra sempre na vida daquela crianca. Engana-se quem acha que a crianca, depois de adulta, ira esquecer.

Enfim, acho que nao só os adolescentes devem ser educadas pra esse novo tempo, mas tambem os adultos.

Otimo texto Jade!

Rubina disse...

Concordo com você Jade. Ela quer descobrir, ele aproveitar. Não fique indiferente porque são pessoas como você que fazem o mundo melhor. Beijo

Jana disse...

Querida eu assino em baixo, ela não tem maturidade, ele que deveria ter e se por no lugar...

Isso me enoja

Beijos

Solange A. disse...

Gostei da sua atitude! Porque sei que tem pessoas por aí afora que preferem fechar os olhos e lavar as mãos.

Mosana disse...

pena q o resto do mundo nao pensa como vc..
apoiada.. denuncacia o fdp mermo!