segunda-feira, agosto 06, 2007

Life is a bitch!!
Reflexões de uma prostituta!!

Uma das colegas do escritório tem 24 anos, vai casar em outubro... virgem!! Já sacaneamos dizendo que vamos vender a virgindade dela, ela fica sem jeito, mas já acostumou!!

Eu disse: "é garota, você me passou em um ano!!". Sim, senhoras e senhores, eu perdi a virgindade aos 23 anos!! Há 20 anos já era raro, imaginem agora!!

Tempos atrás me disseram que eu fiz parte de um clã de prostitutas numa outra encarnação. Sem questionar muito, o meu histórico amoroso dá sentido à essa afirmação, ah, isso dá!!

Reprimida sexualmente e com problemas de afetitivade e totalmente sem vaidade, tudo eu achava errado para mim!! Depois da psoríase, sempre que me achei bonita demais, tive uma crise!!

Relacionamentos inversamente proporcionais. O sexo é bom, quero carinho, o sujeito não é afetuoso, quero proteção, o sujeito quer ser meu filho, quero sexo, e o infeliz broxa, quer carinho.

Fala-se que os homens se asustam com mulheres independentes, que têm medo. Ser independente e de personalidade marcante, de fato, nunca me favoreceu nos relacionamentos amorosos. Até tive a impressão algumas vezes que quem estava comigo, queria me frear.

Mas, ser independente e de personalidade forte não me torna uma mulher amargurada e mandona, apenas responsável e prática. Não significa que não gosto nem quero carinho, amor, paixão e cuidados!!

Sustento uma família, quase sozinha. A pensão do meu filho é uma piada, se não fossem os benefícios da empresa, eu já teria voltado prá minha casa, lá no fiofó do estado, sem oportunidades pro meu filho, porque tudo é longe e perdendo 3 horas numa condução prá trabalhar.

Mas quando saio com alguém, sou o tipo que racha conta, acho justo dividir. Nada nada contra pagar tudo ou pagarem para mim, dependendo da situação. Uma amiga disse: "não me lembro nunca de pagar despesa, quando saí com meus namorados". Mas um pode quebrar o galho do outro, quando o desejo é estar junto, e todo mundo já se enrolou com grana!!

Mas os homens que saem ou querem sair comigo, sempre estão duros, querem trepar em casa, não têm grana prá um cinema, prá uma cerveja, prá porra nenhuma!!

Nem têm vergonha de falar estão duros, com jeito de cachorro que caiu do caminhão de mudança, esperando que eu pague porque estou empolgada!! Não sabe como é essa expressão? Lembra quando você era adolescente e queria arrancar uma grana do seu pai? É... é isso!!

Quantas vezes eu estava tão a fim de sair que paguei: "sem problemas, a próxima é sua". E a próxima não chega, se eu não pagar de novo, fico dentro de casa!! Eu heim, que porra é essa? Eu tenho vergonha de dizer que não vou sair por que estou dura!!

Isso só pode ser carma de prostituta!! E eu devo ter sido muito "filhadaputa", daquelas que cobrava muito caro e deixava neguinho na vontade né? Com o agravante de hoje ser quarentona e alguns acharem que mulher velha tem mais é que pagar prá ter companhia de um homem...

Brincadeiras à parte, acho nojento o cara que agir como se fosse um favor sair com você, sendo assim você que faça o sacrifício para estar com ele!! Sem exclusividade, tenho amigos que reclamam de mulheres que agem assim!!

Não tive essa percepção antes, mas a maturidade ajudou e muito!! Não rola mais!! Eu gosto muito da minha companhia, faço programas sozinha, e gasto por mim apenas!! Se um homem quer estar comigo, ótimo, se acha que é um favor, enfia a companhia no rabo!!

Que o universo me ajude a sair disso, porque se entrar na situação é foda sair!! Tomara que eu encontre quem seja comigo como foram com minha amiga, né? Seria bom alguém cuidar de mim "for a change"... haja terapia, eu heim!!

P.S.: Este post como o resto do blog, é baseado em experiências pessoais.

6 comentários:

Osc@r Luiz disse...

Aí Tia, quanto qué o pograma???
Hahahahah!
Que bobagem, querida!
Eles que não sabem o que estão perdendo...
Pra cada mão, uma luva. Se a sua ainda não apareceu, é por que não era hora. Deixa eu aparecer por aí, que nós vamos nos divertir!
Só não garanto sexo, por que prometi exclusividade pra minha mulher, e até agora tenho cumprido, mas vou me esforçar pra nos divertirmos muito!
Beijo! Saudades!

drika disse...

parabéns pra sua colega. embora eu ache besteira, nos dias de hoje, casar virgem.

e, jade, qdo ñ tiver companhia, me chama!
adoraria tomar um chopp ouvindo suas histórias!
beijo.

a propósito, "ele" a chamou de meu amor, e "ela" tô caidinha. hehehehe

J@de disse...

Eu adoro os seus comentários Oscar!! Gostaria de ciceronear vc numa visita aqui no Rio, certamente iríamos nos divertir!! Traga a esposa, porque eu não tô aqui prá corromper ninguém!! hehehehehe!!
Beijos querido!!

J@de disse...

Drika, que delícia ser chamada de "meu amor" né? Feliz por vc garota!!
Será um prazer acompanhar vc num (um?) chopp!! hehehe!!
Beijos!!

Anônimo disse...

Ótimo texto, Jade!
Tô pra te dizer que me interesso muito mais pelas mulheres de atitude, que racham a conta, que são práticas, etc, do que as dondocas, até já escrevi sobre isso no passado. Esses sujeitos sem grana e sem atitude, que acham que estão fazendo um favor, realmente não merecem seu tempo. De qualquer forma, toda diversão é bem vinda, né?...rs.
Bjs!
Sall
www.blogdosall.wordpress.com
.

B. disse...

Minha linda, acho que todo undo precisa de tudo um pouquinho. Por isso é tão complicado ser feliz, mas... Só arrumar cara duro e aproveitador é sacanagem. Toma um banho de sal grosso... risos. Tá certa em valorizar a própria cmpanhia. É possível sim ser feliz sozinha (pelo menos de vez em quando). Eu ando numa fase que prefiro o vibrador a estar com qqer um. Um super beijo.

B. - Me and My Secret Life