segunda-feira, fevereiro 11, 2008

"Pode ir armando o coreto e preparando aquele feijão preto eu tô voltando"

Tô voltando
Paulo César Pinheiro e Maurício Tapajós


Desculpem o sumiço, mas eu andei meio sem idéias... bipolar ou não bipolar eu sei que desde sempre vivo numa oscilação, ora estou acesa, cheia de idéias, ora estou medrosa, quieta, sem vontade de pensar!!

Enfim, voltei!! Acho que estou entrando na fase acesa!! E essa eu tinha que contar!!

Trabalhar aqui não é para qualquer um!! O patrão é mimado, filho único de mãe judia, quer uma babá o tempo inteiro!! Só quer aprender o que ele quer e o que ele não quer, ele finge que sabe... uma dessas coisas é informática e não há um só dia em que não tenhamos uma briga por causa disso!!

Desde o windows 3.11 eu tento convencê-lo a fazer um cursinho básico de windows, mas é foda, ele não quer entrar num curso, já tentei ensinar, mas ele pára prá atender telefone, não se concentra, já tentei contratar professores particulares e acontece o mesmo!!

Para informática não tem jeito, quem não começa do começo, já era!! É preciso saber o básico!! Tem que andar primeiro antes de correr!! Mas... meu patrão quer correr... graças a Deus o homem sabe ganhar dinheiro, porque se ele dependesse de informática tava todo mundo fodido aqui!!

Aos poucos e com muito custo ele conseguiu aprender a usar o Outlook Express, que passou a ser tudo para ele. Ele liga o computador entra no Outlook, recebe os emails, abre, responde, encaminha e ali mesmo ele arquiva tudo!!

Só tem um problema, para ele tudo que está ali é uma coisa só, ou melhor, dois problemas: ele também quer transportar o Outlook num pen drive, quando viaja, para poder acessar todo o arquivo!!

O cara não consegue entender que num computador existem pastas, arquivos em word, excel, power point. Para ele tudo é email!! Então é assim que ele quer arquivar!! E durma-se com um barulho desses!!

Eu encontrei uma solução: copio a "identidade", a pasta gerada no outlook com todas as informações. Se ele for usar num outro lugar, precisa configurar o cliente de email no Outlook e copiar essa pasta para o computador, conseguindo então acessar tudo. Todo mundo aí entendeu??

A merda é que ele não consegue fazer isso sozinho, quer ocupar os outros, mas quase ninguém tem a paciência da secretária né? Além do que ele não consegue explicar o que quer...

Aí hoje... (entre parênteses, em negrito, minhas considerações)

- Patricia, eu preciso fazer esse negócio (hum... negócio) do email, o E. (genro) não consegue, e eu PRECISO resolver isso, estou MUITO PREOCUPADO!!
- Tenho certeza que o senhor não explicou direito para ele o que quer.
- Então fala com ele, POR FAVOR PORQUE EU ESTOU MUITO PREOCUPADO!! (preocupado com o que exatamente??)

Liguei pro cara, nos entendemos e ele ficou de fazer (porque meu patrão não ousa me pedir para ir na casa dele, e não quer pagar um técnico para ir lá). De tarde vem ele novamente falar comigo...

- Patricia, eu preciso resolver esse problema do email!! (ai caralho!!)
- O senhor pode resolver salvando todos os arquivos para o computador e transportando no pen drive. Mas não são emails.
- Ah sim, são assuntos né?
- Não. São arquivos. Em .doc do Word, em .pps do Power Point, etc, separados nas pastas por assunto.
- Ah mas pasta é o que? (tá dando prá ter noção???)
- É onde nós vamos guardar todos os seus arquivos.
- Ah então você faça isso porque eu estou MUITO PREOCUPADO.
- Não posso fazer sozinha, quem tem que me dizer como quer a organização é o senhor!!
- Ah mas eu preciso trabalhar, ganhar dinheiro, o que você quer que eu faça?
- Quero que o senhor me ajude, porque não é coisa que eu possa fazer sozinha.
- Ah porra (é... ele xinga!!) MAS EU ESTOU MUITO PRECUPADO COM ISSO, o que mais você quer que eu faça?? (vocês têm noção do que é ouvir isso??)
- Sua preocupação não significa nada para mim. Não vai mudar a situação. É preciso que o senhor sente comigo, e durante uma hora, em vez de ficar atendendo telefone e fazendo reunião, diga para mim como quer que eu organize um arquivo em seu computador.
- Ah mas eu não posso deixar de fazer reuniões, o A. está aqui (um parceiro do exterior que vem 4 vezes por ano ao Rio), você quer que eu mande ele embora?
- Então façamos o seguinte, o senhor atende o A. o quanto quiser, faça todas as suas reuniões com ele e quando ele for embora, nós faremos seu arquivo.
- Ah... tá... então tá, tudo bem...

Até a semana que vem eu garanti meu sossego!!

5 comentários:

Codinome Beija-Flor disse...

Nega,
Sinto em dizer, mas ele vai inventar outras 1000 reuniões e vai continuar "MUITO PREOCUPADO COM ISSO", e não vai aprender nunca.
Bjos

drika disse...

hehehehehe
ô coisa!
bom... eu estava com saudade!
beijos.

Matthew disse...

Olá!

Gostei do tom. Quem sabe melhor que m. é a informática é quem caiu dentro jovem...

O pior é que tem empresas lá fora que dizem que o computador está sendo mais e mais convivial... convivial um ova! Para ser convivial, teria que qualquer tonto básico (tal seu caro patrão) poder dizer para a máquina: "mande o tal texto que escrevi há 20 anos para fulano, e não me pede o título: você se vire e não enche minha paciência!"... Bill ainda tem bastante trabalho, não deveria aposentar-se tão cedo!

Um beijo,
Matt.

Solange A. disse...

Ele não é burro, mas é o típico folgado, que quer tudo mastigado na mão. Tá cheio de gente no mundo que nem ele. Eu tenho dó...

Diego disse...

oi!

Bem, o ideal para vc seria largar do Outlook e fazer a cabeça dele para usar o Mozilla Thunderbird. Ai vc instala o programa e todos os emails no pendrive e pode acessar dali mesmo. Nem precisa ficar com o 'esquema' das identidades e/ou reconfigurar tudo todas as vezes.

Mas vai ter o lado chato que vai ser convencer o seu chefe a aprender outro programa e, como ele é um cara muito PREOCUPADO aí vai dar trabalho :P

Viu, me diz: Patrícia é o seu nome? (pergunta meio besta né? tá escrito ali no texto e tudo :P)

beijao!