terça-feira, abril 08, 2008

Up, up, up
There´s no way but up from here

Up
Shania Twain


Eu sempre me senti diferente. Diferente da maioria, porque conheço algumas pessoas com quem tenho muita afinidade. Mas, à medida que o tempo passa eu vejo que sou mesmo!!

Sou moderninha para algumas coisas e radicalmente careta para outras. Certas coisas não em atraem e eu não faço a menor questão de tomar conhecimento apenas para estar na moda. Já esgotei minha cota de sentimentos de baixa auto-estima e não faço nada somente para me sentir parte do grupo.

Não vejo novela há uns 10 anos, porque acho que quem viu uma já viu todas, o enredo não me atrai mais. Não vejo Big Brother Brasil, porque acho ridículo ficar esmiuçando a vida de desconhecidos que nada têm a acrescentar a minha vida, muito ao contrário.

Não vejo o programa do Pânico porque acho que os caras são sem educação, sem ética. Mimadinhos que acham que todo mundo tem que rir das suas babaquices e quem não ri precisa ser humilhado calçando porra de sandália de humildade!! Eu heim.

Não me sinto excluída das conversas e quando alguém puxa esse assunto eu digo que não vejo!!

Link no meu blog apenas para referência. Puxar saco de blogs famosos e fazer comentários só para fazer presença não é comigo. Não gosto de blogs de poesia porque às vezes até há coisas lindas escritas, mas eu simplesmente não sei o que comentar.

Uso palavras em inglês em certos contextos, mas não gosto das abreviaturas e neologismos que a mim parecem nascidos da ignorância. Niver, finde, impactante, arrebentante, são palavras que não falo, tampouco escrevo... escrevi agora só porque não tinha outro jeito, né?

Enfim, por que estou nessa rabujice? Ah sei lá, às vezes me dá uma vontade de ser diferente...

Já ia esquecendo!! A Nathália me deu um selo muito legal, mas que eu não vou repassar porque ou eu indico cinco (o que é injusto) ou indico todo mundo (e saio do princípio da coisa), então vou bancar a egoísta e ficar com o selo só prá mim!!

15 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Acho que das suas rabujices a que ainda faço de vez em quando é assistir uma novelinha básica, mas já tem um tempinho que não acompanho nenhuma.

Blog de poesia eu acho um saaaaaaaaaaaacccccooooo!! Ainda bem que o mundo não se guia pelos meus gosto, sendo assim haverá sempre quem goste.

BBB é uma meeeeeeerda!!

Tá bom as vezes abrevio umas palavras, mas nem por isso deixo de me sentir um E.T., uma estranha no ninho ... rs

Bjs

Codinome Beija-Flor disse...

Jade e Dama das Cinzas.
:( - Perdoa eu tá, mas eu gosto de poesias.
Mas odeio novela, BBB e um bando de coisas como vocês, mas poesia EU AMO.
Beijos nas DUAS

Georgia disse...

Entao vem fazer diferenca comigo nessa blogagem.

Olha, vim te convidar para fazer parte da blogagem coletiva contra o analfabetismo no Brasil.
Esse é um assunto que incomoda todo mundo. A blogagem será dia 18 de abril. Qualquer coisa pode perguntar sobre a blogagem que eu te explico.

Valeu.

Nathália disse...

Eu me sinto diferente o tempo todo, a não ser quando encontro pessoas que me façam sentir "em casa". E não porque sejam iguais a mim, mas porque me identifiquei, sei lá por qual motivo.

E realmente gosto de não ser igual, pois o que é tido como "normal" e a maioria segue não me agrada nenhum pouco.

Beijo!

Gambita disse...

Te acho autentica, e em muitos aspectos queria ser como vc. Segura. Madura, mas sem perder a graça.
bjo flor

Srta. Rosa disse...

Eu gosto do seu jeito diferente de ser! (rs)

Bezzos, querida!

drika disse...

não fui sempre diferente. me tornei diferente quando percebi que o que a maioria seguia não me agradava tanto. mas, às vezes me acho igual, qdo fico parada em frente aquela vitrine paquerando aquele sapato caríssimo (q se eu comprasse, talvez nunca usasse), ou qdo vou naquela boate da moda pq todo mundo já foi e eu ainda ñ conheço, e muitas vezes percebo q ñ perdia nada. enfim... ás vezes eu faço coisas normais. e nem sempre são ruins!

beijocas.

ah, mas continuo odiando bbb pelo mesmo motivo q vc, e raramente vejo 2 capítulos seguidos de novela. mas, às vezes vejo. ehehehe

Cin disse...

É justamente toda essa autenticidade que te faz única e especial.

Bjinhos!

Translúcida disse...

Você não gosta de música? A maioria é poesia. Renato Russo, a fase boa de Roberto Carlos, ABBA, Beatles, Chico Buarque, e mais outros tantos.
Eu comento de vez em quando lá na Dama de Cinzas.

J@de disse...

Translúcida, eu não disse que não gosto de poesia, eu não gosto é de blog que só tem poesia, porque eu fico sem saber o que comentar
E música não tem nada a ver com o que eu disse, tanto é que vez ou outra eu uso letras de músicas para ilustrar algum post!!
Obrigada pela visita, volte sempre!!
Beijos!!

Paulo R Diesel disse...

Temos que criar o blog do anormais.

De médico e de louco todos temos um pouco.

LoBnEwSs disse...

J@de, olha, somos muito parecidos huahaua...

Nathália disse...

Poxa, quero sim. Quero muito.

Quando eu estava com 14 anos tinha uma. Passava o dia todo naquele "tec tec" enlouquecedor.
Daí ela quebrou e não achei ninguém que consertasse.

Máquina de escrever é tão charmoso.

Wev's disse...

Ser diferente coom elegancia, essa é a grande diferença.
Abraços!

Jow Caruso disse...

Sem querer cai aqui no seu blog e achei o máximo! Algo a acrescentar de positivo em sua "rabujice" (acredito que tenha sido um momento de "desabafo")seria que as pessoas esquecem de viver suas próprias vidas, de criar objetivos, de fazer programas novos, de se dedicar à algo real para bisbilhotar a vida alheia, tanto pela TV quanto por outros meios de comunicação (rádio, revistas, amigas fofocando sobre a vida de outra, e porque não amigos?) Ponto pra Jade!!