terça-feira, julho 22, 2008

Oi, tudo bem??

Estou passando por um período de indefinições e definições aqui no trabalho, provavelmente perderei o emprego, terei que me mudar do Rio, e ainda estou com a cabeça meio confusa e não sei direito o que fazer.

Sinto-me como aquela esposa que nunca trabalhou porque o marido preferia assim, e que depois de quase 30 anos, ele simplesmente pede o divórcio porque precisa de tempo, ou porque arrumou uma namorada mais novinha, sabem?

Apesar de estabilidade ser uma boa coisa, acaba nos deixando um pouco acomodados e na verdade, ela só existe mesmo na esfera pública.

Depois de 22 anos eu sei que vai ser muito difícil encontrar uma recolocação na minha profissão, porque a maioria das empresas prefere funcionárias com menos de 35 anos, e eu nem faculdade fiz!!

Aliás, se alguém souber de uma vaga pelaí me avisem tá?

Enfim, estou terminando umas pendências de trabalho e por isso não consigo botar a cabeça para funcionar e escrever algo que preste.

Então, aos meus leitores e amigos que acompanham esse cantinho que é minha extensão, peço desculpas por tantos dias sem posts, dias que deverão se estender um pouco mais, e perdoem-me pela ausência de comentários em seus blogs.

Estou otimista, mas ao mesmo tempo morrendo de medo, porque no frigir dos ovos, eu só posso contar é comigo mesma pra cuidar de mim e do meu filho!! Rezem por mim, porque eu estou aqui no pensamento positivo para que tudo corra bem no final!!

10 comentários:

Srta. Rosa disse...

Torcida não há de faltar! Bisous

Dama de Cinzas disse...

Eu to aqui rezando e torcendo... Bjs

Armando Maynard disse...

Você sempre se mostrou confiante e "arretada",como se diz por aquí, não é agora que irá esmorecer.Pensamento positivo. Um abraço, Armando (Visite o blog WWW.lygiaprudente.blogspot.com)

Nathália disse...

Do fundo do meu coração, espero que tudo dê certo pra você.
Vou ficar daqui torcendo, pode ter certeza.

Beijo!

drika disse...

por aqui, só posso torcer!
vou pegar teu email, sempre recebo coisas na sua área!
beijocas.

Rubi disse...

Boa sorte Jade. Um beijo

Carla Menezes disse...

Pensamento positivo por vc!
Beijos!

Suzi disse...

Poxa, J@de, que cois mais chata, isso!
Sempre li por aqui e saltava aos olhos sua "dedicação exclusiva", nesse trabalho.
É muito chato, isso de se ver na iminência de "perder o emprego". E logo você!
Bem, estou na torcida, e pedindo que Deus dirija seus passos e os passos daqueles que estão no seu caminho, ok? Lembre-se de que, no frigir dos ovos, você não pode contar só consigo mesma para cuidar de você e do seu filho. Deus, embora não vejamos, cuida de nós.
Um beijo, moça!
Força, atitude e FÉ.

Codinome Beija-Flor disse...

Tõ aqui, torcendo, espalhando seu CV.
"A gente verga, mas não quebra".
Vai dar tudo certo, sabemos que vai.
Bjos

Leandro disse...

Trocar de emprego é sempre um desafio e muitas vezes dá 4 tipos de medo, fora a vontade de cagar.

Mas, sei lá, mudanças também fazem bem, eu acho (especialmente quando sobrevivemos a elas...). Já passei por isso e, no final, acabei me redescobrindo. O saldo foi muito positivo.

Ou, como diria Nietzsche, o que não nos mata nos fortalece.

Bons ventos pra você!