segunda-feira, novembro 10, 2008

Hay dias que no sei lo que me passa...

Os dias para mim têm sido todos iguais, uma merda!! Não saio, não tenho vontade de ver ninguém, quando não estou trabalhando, estou com a cara no computador, enviando curriculum, trabalhando e vendo seriados.

Vivo amedrontada, frustrada, insatisfeita. Medo de nunca mais encontrar um emprego que me pague tão bem quanto o outro, e ter que ficar nesses bicos, frustrada porque vou ter que me mudar para um lugar que eu não queria, insatisfeita com o peso que a vida tem me imposto e que está quase impossível de carregar sozinha...

Conhece alguém que fala mal de todo mundo? Do marido, da esposa, dos filhos, da mãe, da sogra, do emprego, da novela, mas nunca larga nada disso? Meu pai é desses, minha irmã também e infelizmente meu ex-patrão.

Estou sabendo que ele me queimou com tanta gente, falando mal de mim e isso tem dificultado a distribuição do meu curriculum, com muitas pessoas que ele conhece e que poderiam me encaminhar para bons empregos.

Porque ora ele dizia que eu era muito esperta, inteligente, com uma memória de elefante, e escreveu uma carta de referência maravilhosa, mas quando ficava frustrado, me botava abaixo de merda, na frente de qualquer um.

E quem é que vai acreditar que você é maravilhosa se de tempos em tempos seu patrão diz pros outros que você é uma bosta? Sei que isso está dificultando a distribuição do meu curriculum, mesmo tendo conhecido tanta gente, muitos importantes, ao longo desses 22 anos.

Quando penso nisso só tenho vontade de chorar, de largar tudo, de sumir e se não fosse por meu filho e o medo que eu tenho de morrer eu já teria dado cabo da minha vida, ah se tinha!!

E não sei se vou conseguir sair dessa, minha esperança era morrer antes de me mudar, para poder ao menos deixar esse dinheiro para meu filho, mas acho que nem isso eu vou conseguir... acho que papai do Céu esqueceu de mim, porque a cruz está pesada demais para eu carregar.

Peço desculpas aos amigos que vêm aqui para me ler, esperando receber boas notícias, mas eu estou mais do que prá baixo...

7 comentários:

Marcinha disse...

Amiga! Tenho fé em Deus que isso vai passar. Sei que sua situação é bem dificil e como sei! Não sei muito bem o que dizer ou fazer, mas estou aqui pra o que precisar e tiver ao meu alcance!

Beijocas

Coral disse...

Sei bem o que sente. De certo modo aconteceu comigo. Não igual, mas parece uma visão do que poderia ter sido ou do que poder estar por vir. Prefiro acreditar que não, preciso acreditar.
Queria ter boas palavras para ti, mas não a conheço. Tenho algumas para mim, quando chegar o momento: a vida se resolve por si, se acomoda por si.
Mas acho que não serão necessárias estas vivências. Alguém vai ler seu curriculum. Você vai abrir os olhos bem abertos e enchergar outras oportunidades. Vai aceitar os tais bicos e eles vão te apontar a algo maravilhoso que não esperava. Vai carregar seu fardo, por você e pelo seu filho e vai se orgulhar disso, é claro. Vai encontrar espaço para sua felicidade e companhia para a vida.
São as palavras que tenho para mim mesma...mas são só palavras...
Em Algum Lugar do Tempo.

Srta. Rosa disse...

Força na peruca, querida. Como dizia vovó Conchita; não há bem que sempre dure, nem mal que pra sempre perdure. Você vai ver, já já taí novinha em folha.
E pode ir tirando essas idéias de jerico da cabeça, hã?

Bezzos e sorte!

Codinome Beija-Flor disse...

Seria fácil escrever um bando de palavrinhas bonitinhas pra você, mas te deixaria mais puta da vida.
Porque o que você precisa agora é de um bom emprego e de vida nova.
Infelizmente não tenho o emprego que você merece, mas vou deixar aqui um link de um vídeo e quero que me prometa que vai assistir.

http://br.youtube.com/watch?v=UpZ9mzVO0p0

Tive e tenho o prazer de conhecer a pessoa do vídeo, toda vez que estou no fundo do poço lembro do que ele sempre me falou e fala até hoje. "A deficiência está na cabeça das pessoas".

Chega de ter "dó" de você, levanta da frente da merda desse computador e vai pra luta. Só depende de você.
Não vou sentir "dó" de você, não vou pssar mãozinah na sua cabeça.
Porque você é mulher pra ser admirada e n~~ao pra ser vista como coitada.
O que DEUS reserva pra você, só você pode conquistar.
E que vá pra PUTA QUE PARIU seu ex-chefe.
Bjo

Solange A. disse...

Oi Santa, não perca as esperanças não. Essa do seu chefe parece que te derrubou de vez. Mas no dia que as coisas melhorarem, você nem vai se lembrar que esse cidadão existiu. Deus sempre têm coisas melhores pra nós e muitas vezes o processo é dolorido. Afi, e como dói né? Aguenta firme aí e não fique amargurada, só pensando coisas negativas. Pense em tudo o que você deseja, mas tudo do bom e do melhor e se o universo te escutar e te der 90% do que você desejou, o lucro vai ser maravilhoso. Só fazendo uma comparação idiota, quantas pessoas se curaram do câncer só com o poder da fé? Você estará nas minhas orações viu?

Mil beijos

Leandro disse...

Frase do filme "O Corvo":
"Não pode chover para sempre".

Força aí!!

Armando Maynard disse...

O que eu posso dizer!aliás dizer é facil, "Levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima" ou "Depois da tempestada vem a bonança", se não é que já não disseram em algum comentário anterior.Mais uma"Não há mal que sempre dure!".Jade, muitas pessoas passam pelo que você esta passando, mas isso é uma tempestade, tenha mais um pouco de paciência, esqueça em difinitivo seu antigo "chefe", tire esses pensamentos da cabeça,estude,leia,mantenha-se bem informada e atenta a tudo que está acontecendo,não se deixe intimidar pela vida, não esmoreça e jamais perca a esperança,você sempre foi decidida, firme, confiante, não é agora que (seu filho) mais pecisa que você se mostre assim, que você irá deixar de ser a TIMONEIRA que sempre foi ,pois você nunca deixou de dá conta do recado e sabe que irá conseguir.Um abraço,Armando - fetichedecinefilo.blogspot.com(posto também em lygiaprudente.blogspot.com)