terça-feira, outubro 06, 2009

Eu sou carente sim!!

Estava conversando com Marcinha agora, mostrando essa reportagem e dizia a ela que eu sou carente sim, mas pelamordedeus!! Não sou burra!!

Conhecer um cara no dia 21, encontrar novamente no dia 22, receber um telefonema no dia 26, passar a trocar mensagens intensas e maravilhosas e cair na pista com ele no dia 29?? Ah não, fala sério!!

Uma adolescente nos anos 60 talvez fizesse isso, mas uma mulher de quase 40 anos, em 2009? Não estou julgando, mas acho que é muita falta de bom senso para uma mulher tão velha!!

Eu frequentei encontros do Grupo Mada há alguns anos, no meu caminho em busca de um pouco de auto-conhecimento.

Ouvi relatos de mulheres desesperadas com esses sentimentos confusos que os dramalhões insistem em chamar de amor e paixão, e me foi muito útil na compreensão dos meus próprios sentimentos, o que não me impediu de sofrer emocionalmente no último (espero que não aconteça mais) caso mal resolvido no qual me envolvi.

Então para essa moça, desculpem-me, eu recomendo: terapia, reuniões no Grupo Mada e uma surra de vara de goiabeira, de dois em dois até virar ímpar!!

4 comentários:

Marcinha disse...

Oi miga!

É verdadeiramente uma loucura! Espero nunca passar por isso, mesmo achando que já passei por tantas que fiquei bastante desconfiada. Mas ninguém está totalmente imune.

O caso específico dessa mulher é extremo, extremo de falta de bom senso, de falta de maturidade, de ausência de tudo que é saudável.

Beijos

Taw disse...

A vida não é tão fácil. Não entendo como hoje ainda se acredita tanto em "amor"[?] "instantâneo"... pra mim, isso é muito esquisito, não quero ser radical, mas "sentimentalismo" não me parece uma base sólida pra sustentar comportamento. Definitivamente.

♠ André disse...

Além de carente, acho que sou muito sentimental também.
Se eu sinto que estou feliz com aquela pessoa eu pulo de cabeça mesmo, sem medos e sem arrependimentos.

Acredito SIM, no amor, mas não esse "amor" superficial e condicional que vemos nas novelas e tudo mais.
Acredito num amor incondicional, num amor onde se dá sem que para isso seja preciso receber.

"surra de vara de goiabeira, de dois em dois até virar ímpar!!"
Não entendi esse "até virar ímpar" =\

Beijão J@de, minha musa da internet =D

Boas doses de auto-conhecimento para todos nós ^^

Leandro disse...

E quem não está carente, num mundo de superficialidades?