domingo, outubro 03, 2010

Eu te amo meu Brasil eu te amo, meu coração é verde-amarelo-branco-azul-anil...

Eu te amo meu Brasil
Os Incríveis


Já fui mais politizada, engajada não, nem militante, mas, mais conhecedora. Hoje sei lá... nasci no ano da revolução, vivi o regime militar, vi a anistia, a "volta" da democracia, a vitória da "esquerda" e a conclusão que chego é que pouca coisa mudou.

Vi alguns planos políticos, inúmeras mudanças de moeda, dólar caindo, dólar subindo... votar para mim, atualmente, é mais uma obrigação do que o exercício de um direito.

Não anulo meu voto porque ainda acho que é meu direito! Então eu vou lá e escolho aquele que tem menos lixo debaixo do tapete e voto nele.

As coisas que vou ouvindo e vendo por aí não me trazem nenhuma esperança em dias melhores, socialmente falando.

O ser humano tem uma capacidade incrível de não mudar! Individualmente podemos mudar, mas um grupo grande raramente muda sem uma grande tragédia ou uma guerra!

Somos um país com pouca auto-estima, deslumbrado, dito jovem desde os tempos do império. É como aquela pessoa vazia que com 50 anos que espera que digam: "nossa, mas você não aparenta!!"

Somos inteligentes para conduzir pesquisas de células-tronco e inventar um identificador de chamadas, e burros para votar em Tiririca porque é engraçado votar num palhaço.

Esse post é um desabafo, apenas minha insatisfação com a humanidade em geral. Hoje, para mim, vale o velho ditado: "mudam as moscas, mas a merda continua a mesma".

6 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Ótimo post! Eu também já fui mais politizada, já acreditei mais em político, já achei que nas eleiições realmente tínhamos uma chance de mudar.

Hoje em dia, como você, vou votar no automático, porque sou obrigada.

Beijocas

G I L B E R T O disse...

Jade

Bom saber que estarás mais atuante no mundo virtual!

Gostei muito do seu blog e o já pus entre meus favoritos, estarei sempre por aqui.

Teu post é de um desabafo delicioso, a frase final, se me permites, vou incorporá-la ao meu rol de adágio, ela é impagavel: Mudam as moscas, mas a merda continua a mesma... Perfeito!

Teu sentimento retrata o meu quanto a politização, voto por obrigação e acredito que deveriamos iniciar um movimento para retirar a obrigatoriedade do voto no Brasil, como é nos outros Países!

Acredite, se o voto não fosse obrigatório e menos de 50% não fossem votar eles teriam que organizar outra eleição com outros candidatos, tenhas certeza que as coisas teriam novos rumos...

mas, que achas, eles mudarão???

Abraços e estejas bem agora e sempre!

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

muitas pessoas ainda votam como se fosse votação de BBB, essa que é a realidade.
pouco importa o perfil do candidato, votam nele pq é artista, engraçado, faz rir.

fazer o que? e foi o campeão dos votos.
eu me animei pq tem segundo turno, vamos que vamos.
tb não anulo voto, voto mesmo que seja em candidato que tenha um por cento de chance de vencer, se eu acreditar nele. pelo menos fiz minha parte e participei.

boa semana

::::FER:::: disse...

concordo plenamente... embora não entenda do assunto, mas da menira que vc abordou, foi bem verdadeira...

Anônimo disse...

eu não quero comentar este texto, quero dar os parabéns pelos q vi. Sei bem q não vi todos nem os q vi, vi detalhadamente. Mas gostei da inteligência demonstrada no que vi. Peço desculpa por ter colocado aqui o comentário, mas não faço a mais pequena ideia de como haveria de ter feito, para fazer correcto (é a minha primeira vez).
ichbindenkt@gmail.com

Tatiana disse...

Eu ja estou decepcionada ha um bom tempo, nem comento muito isso por morar fora!
Mesmo com a economia indo bem,nao consigo engolir o Lula e menos a Dilma.
Aqui em Cancun nao voto, o consulado fica em outra cidade ha 4 horas, ai ja viu,ne?
Bjs.