quinta-feira, outubro 03, 2013

"Deixei de ser branca pra ser franca"

Esse dito popular muito racista, que eu ouvi muito quando criança. Então você prefere ser uma coisa "ruim" do que não ser sincero. A que custo?

O que não se pode elogiar, eu penso, devíamos fazer "diumtudo" pra não botar pra fora de forma deliberada.

E não acho que isso seja mentir, mas antes, ser verdadeiro. Ser franco, mas com você mesmo. Afinal, há realmente necessidade de você dizer exatamente aquilo, naquele momento, para aquela pessoa?

Em nome dessa franqueza desenfreada, muita grosseria é cometida, muita inveja é posta pra fora, muita raiva é destilada. E a gente tenta se convencer de que só está sendo sincero.

Diz-se que a gente se irrita com certos comportamentos, porque somos do mesmo jeito. Mas acho que também a gente se irrita, porque gostaria de ser do mesmo jeito.

Também tem gente que vive de detonar os outros. Que só se envolve na vida dos outros pra poder meter a língua, sempre dizendo que é porque quer ajudar, ou porque gosta da pessoa. Mas aí já são outras questões emocionais e eu não estou levantando uma tese psicológica.

É claro que tem horas que a gente perde a linha com aquela amiga que insiste em andar atrás de um cara que só sacaneia ela, ou com um colega de trabalho que sonega informações e atrapalha seu trabalho.

Se alguém se veste mal há melhores formas de dizer isso, se tem um emprego mais legal, não precisa ficar agourando pra pessoa ser demitida, e se cometeu um erro, não é preciso crucificá-la.

Perde-se relações porque não temos a consciência das razões escondidas quando fazemos um comentário, por mais que estejamos convencidos de que estamos sendo sinceros e francos.

4 comentários:

P.S. Lucas disse...

Você por aqui?

Rs… então, não concordo com isso de "Diz-se que a gente se irrita com certos comportamentos, porque somos do mesmo jeito. Mas acho que também a gente se irrita, porque gostaria de ser do mesmo jeito." Acho que não tem nada a ver, não é verdade.

Mas a essa hora da noite eu não estou a fim de argumentar sobre isso. E você está certa, em nome da franqueza, magoamos e ofendemos.

Abraço,

{http://www.duasgotas.com.br/}

Ella disse...

Que bom que voltou, saudades das suas postagens!

Lucas de Ávila disse...

Taí um blog que NUNCA deixei de ter em meu feed. Que saudades, Patrícia.

Concordo plenamente com o texto. E esse comportamento reflete o egoísmo do ser humano. Quero mais textos, hein!

Tô com um blog totalmente diferente hoje em dia, se quiseres dar uma conferida é o www.assimpassei.com.br.

Bjos

silvioafonso disse...

.


Gostei muito do blog e dos
comentários deixados nele.
Gostei das fotos e da coe-
rência dos seus textos.

Um beijo,

silvioafonso






.