segunda-feira, março 05, 2007

Sessão: Querido diário...

Dispensei Armando na sexta e fui ao cinema, ver Borat. Armando até que gostou, noveleiro, correu prá casa ver o fim da novela.

Quando voltei, passei pelo bar (é meu caminho), e lá estava aquele vizinho com a família, passei tão rápido quanto pude, porque eu queria ver a estréia de Heroes. Ainda estou meio sem graça...

Sábado, depois de cumprir meu papel de Amélia, fui na praia com Armando. Não gosto, mas tenho me forçado a ir porque preciso de sol. Passei de novo pelo bar, lá estava a família de novo!!

Nem demorei, fui logo prá casa pedir uma pizza (compra uma e vêm duas), Armando ia sair e eu mandei ele passar lá quando voltasse se quisesse. Ele não foi.

Acordei domingo, com o interfone tocando, era Armando:
- Alooooo...
- Tava dormindo garota?
- Eu tava, neném, o que é que você quer?
- Eu vim pegar minha pizza ué!
- Peraí que eu tô levando!

Entreguei a pizza, mas tive que voltar em casa prá pegar umas roupas do Gabriel que ele ia levar para dar, aí ele disse:

- Tão bonitinha você correndo com esse shortinho, parecia uma menininha...

Fiquei toda boba né? Não importa que ele seja meu amigo, quem aí que não gosta de carinho e elogios, de ser chamada de gostosa? Enfim, foi um fim de semana sem grandes emoções mas extremamente agradável.

Hoje, o dono da declaração, falou de mim de um jeitinho tão gostoso e especial que eu fiquei toda derretida!! A semana não poderia ter começado melhor, estou aqui de rabo abanando!! Acho que nunca um homem se referiu a mim desse jeito...

O bom de se livrar de uma situação emocional doente e mal resolvida é recuperar a auto-estima, porque toda a expectativa que esse tipo de envolvimento gera, nunca é atendida, e a gente se sente frustrada e triste. O melhor é estar aberta para receber...

3 comentários:

Vinho disse...

Oi,Jade!!
Bom estar te visitando outra vez.Menina,quer dizer que a senhora anda recebendo muitos elogios,hein?O que uma auto-estima,um sorriso,e uma disposição pra vida,não faz,né?
Vim aqui te deixar aquele abraço!
Super beijo,
Vinho.

Andorinha... disse...

Tem toda a razão, Jade. temos que estar prontas, não é?!
Escuta, só de ler o seu diário, fiquei imaginando como é a vida no Rio...ai, que invejinha: sair a pé, passar pelos conhecidos, não pegar carro, sair do apê DIRETAMENTE para a beira do mar...
Ai, ai, ai!!
Beijos

Sujeito Oculto disse...

Como não falar assim de você?