terça-feira, março 27, 2007

Sonhar com filharada é o coelhinho
Com gente teimosa na cabeça dá burrinho
E com rapaz todo enfeitado
O resultado pessoal é pavão ou é veado.

Sonhar com rei dá leão;
Beija-flor, carnaval 1976


Como eu já disse antes, os sambas de antigamente eram muito mais legais!! Esse conta a história do jogo do bicho, uma contravenção por trás da qual hoje, infelizmente, escondem-se muitos crimes.

Enfim... eu já falei que adoro ganhar? Gosto muito, como todo mundo, mas eu gosto tanto de ganhar, que se as chances forem muito pequenas eu prefiro nem jogar. Nos jogos e nos relacionamentos. Portanto, dificilmente eu compro rifas, jogo nas loterias ou entro em disputas amorosas.

Mas toda vez que eu cismo entrar numa rifa ou jogar em alguma coisa, eu ganho. É um tipo de intuição mesmo. Minha tia avó, me ensinou a jogar no bicho, ela jogava todos os dias, e quando ela estava em casa eu fazia o jogo prá ela. E ela sempre dizia: "ah, joga também no talão"!

O legal do jogo do bicho são as variações. Não é só chegar e dizer: quero jogar nesse número aí, porque você pode errar. No bicho pode-se jogar no grupo que são os números de 1 a 25, cada um representando um bicho, e nas 4 dezenas que cada grupo gera, você combina as centenas e milhares.

A última vez que joguei no bicho foi para minha tia, quando o Gabriel nasceu e ganhamos um bom dinheiro, mas não ganhamos no palpite dela, ganhamos porque ela não falou, mas eu lembrei de jogar no número do talão, e hoje aconteceu o mesmo.

Meu patrão chegou aqui dizendo que queria jogar no bicho, todo se rindo, porque gente rica só joga no bicho prá tirar onda. Mas ele recebeu uma conta de R$ 555,55 e achou que era palpite. Como boa secretária que sou, fiz o jogo né?

Mas como eu disse, não é só chegar e jogar no número. Nesse caso, 55 é a dezena do gato, mas o grupo do gato é 14. Então o melhor jeito de jogar é: milhar e grupo. Mas a milhar pode dar do primeiro ao quinto prêmio, então é bom cercar pelos 5. E a centena pode dar até o sétimo prêmio, então é bom cercar pelos 7.

O jogo fica assim: você joga no grupo, pode cercar, mas nem vale a pena porque é pouco dinheiro, mas milhar e centena vale a pena jogar e cercar, porque jogando 10 centavos, ganha 60 reais.

Deu prá entender? Bem, se você não entendeu, não tem problema, acho que ninguém que me lê vai jogar no bicho. Mas, se alguém se animar com o retorno, quiser jogar e precisar de alguma dica, podem me mandar um email tá?

O que importa é que eu fiz o jogo e lembrei de jogar no número do talão, milhar e centena cercados pelos 12. Deu a centena do talão no primeiro prêmio e com os 10 reais que jogamos, deu 360.

O dinheiro foi do meu patrão, mas quem jogou no número do talão fui eu, aí ficou assim: 120 reais para mim, 70 pro cara que fez o jogo e 70 pro outro que pegou o resultado e recebeu o dinheiro. Meu patrão ficou com 100 porque se ele não chegasse aqui com o fogo, ninguém tinha jogado nem ganho nada né?

Eu tava dura igual um coco, até que foi bom né?

2 comentários:

Dono do Bar disse...

A única vez que joguei, acertei na cabeça (invertido)! Eu estava em férias e totalmente duro. Peguei o dinheiro do prêmio e fui pra estrada! Não joguei mais porque o palpite do número foi dado por um amigo que me disse quando viu a placa do carro: "Que baita número, guri! Anota, joga e depois tu me diz!". No outro dia, já com o dinheiro no bolso, fui tomar chimarrão com o visionário. Ele me olhou e disse sorrindo: "Eu te falei, se tu não jogou vou te capar!". Esse senhor (já foi pro outro lado) era o maior jogador que já vi na vida. Acertava umas 3 ou 4 vezes por mês. Tem gente que tem uma liga com a sorte, sei lá? Acho que você deveira jogar mais!


Quanto ao meu post, minha querida. Eu não admito tanto coisa, que daria um trabalhão admitir tudo. KKKK...

Beijos...


Ps: esse samba da Beija-Flor é do primeiro ou segundo campeonato, não?

Jana disse...

Eu não tenho sorte pra esses jogos de "azar", ta bom que não jogo nunca né, mas nunca ganho quando jogo rs

Quase morri com o título! kkkkkk

beijos