segunda-feira, maio 28, 2007

Sincronismo...

"Tudo que quer me dar / Everything you want to give me
É demais / Is to much
É pesado / Is heavy
Não há paz / There's no peace
Tudo que quer de mim / All you want from me
Irreais / Isn't real
Expectativas / Expectations
Desleais"

Boa sorte / Good luck;
Vanessa da Mata e Ben Harper


Um encontro inesperado que na minha opinião deu coisa boa, porque eu adoro os dois!! Um tanto a ver com esse momento, prá variar tem sempre uma música na minha cola!!

Eu ainda estou meio barro, meio tijolo, mas se eu deixar, acabo sumindo na poeira, e perdendo meu emprego como disse a vaca da outra médica lá né? Então vamulá né?

O único sentido da vida é o poder, poder e poder!! Senão qual o objetivo de inventar um bicho feio desses? E o que levaria uma pessoa a ter um negócio feio feito este, que fica lhe cobrando atenção? Só pode ser pelo poder, para receber devoção!!

Deve ser pelo mesmo motivo que alguns motoristas param pouco antes da faixa e, assumindo um ar divino, acenar com a mão para você passar, e quando você passa ele acelera!! Eu heim!!

6 comentários:

Suzi disse...

É... o poder. Embriaga. E até mata.

Lee disse...

Todos queremos "poder", alguns na forma de Poder pessoal, mas a maioria na forma simples de poder fazer o que desejamos...

Vivemos para tentar satisfazer nossos desejos, essa é a verdade... E como nem sempre (ou a maioria das vezes) podemos satisfazê-los, nos frustramos e pronto!!! Damos emprego e trabalho para os Psicólogos... :P

Beijos "procê"...

Jana disse...

essa musica, caiu como uma luva por aqui...

beijos

Osc@r Luiz disse...

Hahahaha!
Sensacional, J@de.
A notícia do bicho estranho deveria estar no meu blog de coisas doidas...
Já a sua abordagem foi perfeita.
Isso eu não teria feito.
Ainda bem que passo sempre por aqui!
Esse negócio de poder vira a cabeça das pessoas.
Eu teria um trocadilho bobo sobre o que as pessoas querem mesmo com o "Poder", mas vou poupá-la dessa infâmia.
Muito bom!

Ana Téjo disse...

Por Dios!
Logo um tamanduá? Não tinha um bicho mais comercial, não? E, sim, concordo. É poder. Poder e carência.

Joana disse...

É isso mesmo,poder, mas alguns acham que têm e não tem nada e alguns têm e não sabem que têm. E muita gente confunde o que é realmente poder...
Bjinhos e ainda bem que voltou! :)