quinta-feira, julho 05, 2007

Que dia é hoje?

Affff, essas duas semanas trabalhei como uma negra, como diria a Srª Carmem Mayrink Veiga, dizendo ao mundo, totalmente liberta de preconceitos, que nunca foi dondoca.

Vida de Negro
Dorival Caymi

Lê Rê Lê Rê Lê Rê Rê Rê Rê Rê
Lê Lê Lê Lê Lê Lê Lê Lê Lê Lê
Vida de negro é difícil, é difícil como o quê
Vida de negro é difícil, é difícil como o quê
Eu quero morrer de noite na tocaia me matar
Eu quero morrer de açoite se tu negra me deixar
Vida de negro é difícil, é difícil como o quê
Vida de negro é difícil, é difícil como o quê
Meu amor eu vou me embora nessa terra vou morrer
O dia não vou mais ver nunca mais eu vou viver
Vida de negro é difícil, é difícil como o quê
Vida de negro é difícil, é difícil como o quê
Lê Rê Lê Rê Lê Rê Rê Rê Rê Rê
Lê Lê Lê Lê Lê Lê Lê Lê Lê Lê

O patrão viajou ontem, e eu saí daqui com aquela sensação de que era sexta-feira, sabem? Quando a gente fica doida por uma coisa diferente porque ralou a semana toda? Então, tomei umas cervejas com meu amigo, mas como não era sexta-feira, às 23:30h já estava "mimindo"...

Bom foi que, nós trabalhamos muito e com bom humor, e foi trabalho mesmo, e não algumas chatices às quais ele me submete de vez em quando...

Que chatices? Hum... já trabalhou com um filho único de mãe judia? Não? Então experimente ser secretária de um desses!! Ai como cansa nossa beleza!!

Sim, é o trabalho que escolhi e como boa taurina gosto de estabilidade, não reclamo, mas, depois de 20 anos, quando ele me irrita, a gente quebra o pau e depois fica de bem!!

Mudando de assunto, alguém aí assiste novela? Eu detesto, prefiro filmes, ou seriados, ou documentários, ou noticiários, ou filme de casamento, ou aniversário de um ano, qualquer coisa, menos novela!! Mas um conhecido me disse agora que vê uma tal de Vidas Opostas, não é na Rede Globo, sei lá onde é.

Então, ele disse que a novela mostra umas tomadas do alto que começam no prédio da Av. Rio Branco nº 1 e passa aqui pelo prédio que eu trabalho. Então, quando você vir uma varanda no penúltimo andar de um prédio, cercado de plantas, é onde eu trabalho!!

Vou ficar de olho no helicóptero, se ouvi-lo aqui perto, corro prá varanda e dou um tchauzinho para quem vê a novela, tá?

Estou sem assuntos profundos... sem paixões, sem conflitos familiares ou domésticos, sobra pouco para eu dizer né? E está muito bom prá minha cara, ainda mais que eu achava que hoje seria sábado, eu heim!!

Por enquanto fico nos posts dondoca, ocupando o lugar da Srª Carmem Mayrink Veiga, que nunca foi!! Daqui a pouco meu lado místico e profundo de filósofa dá o ar da graça!!

4 comentários:

Jana disse...

kkkkkkk Menina, não vejo essa novela não...

Agora se vc ganha bem, ta tudo ótimo rs

Beijos

R Lima disse...

Engraçado pra caramba.. lê. lê.. lê..r.s..s





Em tempo, estou divulgando meu blog... Estou numa seqüência de 12 dias e 12 textos até o dia 12/07.. passa por lá.. o AveSSo agradece.


[ http://oavessodavida.blogspot.com/ ]

O AveSSo dA ViDa - um blog onde os relatos são fictícios e, por vezes, bem reais...

Mosana disse...

eu nao assisto essa nem nenhuma outra pq o cara q instalou tv a cabo aqui em casa desinstalou a parabolica.. mas sei que vidas opostas é na record.. ou acho q seja.. dizem que é bacana.. mas não faço a minima..
boa sorte na varanda..
eu sempre canto essa musga lereeeeeeeeee lereeeeeeeeeeeeeeeee
hauhauahauah
beijosssssssss

Cin disse...

Dondoca ou filósofa vc é sempre ótimo.
Bjinhos!