terça-feira, outubro 02, 2007

Quem não viu o filme, procura na locadora!!

"How happy is the blameless vestal's lot!
The world forgetting, by the world forgot.
Eternal sunshine of the spotless mind!
Each pray'r accepted, and each wish resign'd;"

Eloisa to Abelard
Alexander Pope


"Feliz é o destino da inocente vestal!
Esquecida pelo mundo que ela esqueceu.
Brilho eterno de uma mente sem lembranças!
Toda prece aceita, todo desejo renunciado”
(Vestal - 1.Sacerdotisa de Vesta, deusa do fogo, dos romanos; 6. Virginal - dicionário Aurélio)

É difícil esquecer, porque foi tão bom que, quando termina, após o luto do fim da relação, fica aquele calorzinho que percorre o corpo quando o outro é lembrado.

E é muito mais difícil esquecer quando há pouco de bom para lembrar... quando o que sobra é nada!! A vontade é passar uma borracha no pensamento apagando tudo que se viveu!!

Limpar a memória do desejo de ter sido, da saudade do que não houve, do desejo de reviver o que foi sonhado, esperado, acalentado e a frustração de não ter tido.

Uma mente sem lembranças, sem dores, sem frustração, sem desejo... uma mente sem ilusões.

2 comentários:

Codinome Beija-Flor disse...

Me empresta a borracha ???
Porque já tentei usar "branquinho"(corretivo), já apelei pro "Ctrl+alt+de'" também não deu certo.

Bjos

**Lindo post.

drika disse...

eu simplesmente amo este filme!
com todas as minhas forças. ele é perfeito.
mas eu ñ apagaria um minuto de tudo q já vivi. e se acontecesse, tentaria viver tudo outra vez. exatamente como foi.