segunda-feira, março 01, 2010

Eu tava triste, tristinho, mais sem graça que a top model magrela na passarela

Telegrama
Zeca Baleiro


Há mais de uma semana eu estava triste e embora a depressão seja minha antiga companheira, semana passada especialmente eu estava mais triste. Nem com Marcinha, com quem converso todos os dias, falei muito...

Um parênteses. Tem certas coisas que não vale a pena falar pra qualquer um e essa tristeza é uma delas. O melhor é disfarçar na frente da maioria do que ficar explicando o inexplicável porque pouca gente entende... além do mais eu não sabia bem o motivo.

É pra isso que serve o blog. O meu continua sendo um diário virtual. Pois bem, voltando ao assunto, havia um motivo para minha tristeza mas eu não identificava.

Sexta-feira, o canadense que estava trabalhando aqui desde novembro e a quem eu, porque sou secretária, ajudei bastante a se virar por aqui, foi embora e eu fui acompanhá-lo até o táxi.

Nos despedimos e quando eu entrei no elevador, comecei a chorar!! Aí me dei conta que minha tristeza era porque ele ia embora. Não nos envolvemos, não tivemos nenhum caso. Foi apenas uma relação agradavelmente amigável.

E eu parei para pensar que foi a primeira vez que eu passava por isso. Conhecer alguém que foi embora.

Conheci gente que morreu, de que eu me afastei ou se afastou de mim, mas foi a primeira vez que conheci alguém que foi embora! E prá tão longe, não é que eu possa dizer: "olha, ano que vem eu vou visitar você!" é um lugar onde certamente eu nunca irei!!

Descobrir e digerir essa sensação de perder alguém apenas porque a pessoa foi embora foi estranho. Não sei se faz algum sentido, mas foi uma sensação nova para mim.

Vivendo e aprendendo...

3 comentários:

Aline Afonso disse...

Ei minha linda...sabe que pode contar comigo né?
amo você mais que batata frita...

Dama de Cinzas disse...

Eu tenho andado bem deprê e coincidentemente semana passada estava bem pior...

Acho que porque preciso fazer uma cirurgia e vejo o quanto isso vai ser difícil por todos os ângulos... Ou talvez um somatório de tudo!

Agora nem sei dizer se alguém que gosto foi embora pra muito longe! Uma vez uma amiga casou com um estrangeiro e foi morar num outro país... Mas nossas relação a partir daí se desgastou, porque ela mudou demais comigo...

Beijocas

Le Vautour disse...

Envolvi-me no seu sentimento, de tão transparente e lúcido que é o texto...