segunda-feira, abril 05, 2010

Da série: Tem coisas que só acontecem comigo.

Eu pedi a D´us que me desse paciência
E D´us disse não!
Ele disse que a paciência nasce das atribulações;
Ela não é concedida, é merecida
... humpf!!

Sábado fui na casa de Marcinha e fomos a um botequim perto da casa dela. Já era meia noite.

Eu sou frequentadora de botequim de bairro e sei que "gente de fora" não é lá muito bem recebida em final de expediente.

O garçom colocou para nós uma mesa que pedimos ao dono botequim e travamos o seguinte diálogo.

Eu: Vê uma Antártica por favor?
Ele: A cerveja tá quase quente.
Eu: Quase quente?
Ele: Pois é, tá quase quente... e nós já estamos fechando também...
Eu (quase levantando): Bem, se a cerveja tá quase quente e o bar tá fechando, vamos embora, né Marcinha?
Ele: Não, é que estão abastecendo a geladeira, e aí a fica quente...
Eu: Então tem ou não tem cerveja gelada?
Ele: Tem sim!!
Eu: Qual a cerveja gelada que tem?
Ele: Brahma, Skol e Antartica!
Eu: Então me dá uma Antártica!

Depois dessa... tomamos uma cerveja e fomos embora!

4 comentários:

Dama de Cinzas disse...

ahahahahah! Essa foi muito boa!

beijocas

Le Vautour disse...

Affeee! Qual é a do cidadão, ora pois? E aí foram pra outro boteco e encheram a cara?
Abraço de duas asas!

Nathália E. disse...

Me esforcei, mas não entendi. Hahahaha.

Leandro disse...

:)