quarta-feira, abril 07, 2010

"Saudade eu tenho saudade, mas não de contigo voltar. Eu vivo sentindo saudade, saudade de amar"

Saudade de amar
De: Dori Caymmi e Paulo César Pinheiro


Semana passada eu encontrei com um ficante, que foi o último homem por quem me apaixonei... último no sentido de mais recente, porque eu gostaria de me apaixonar novamente sim, mas acho uma hipótese cada vez menos provável...

Há tempos que perdi a paciência com pessoas que esqueceram de crescer. Há pessoas que passam a vida presas na adolescência e quando se olham no espelho, vêem-se de fato com 15, 16, 17 anos.

Até seu papo tem o tom da adolescência, com aquela sapiência babaca que só quando crescemos conseguimos enxergar! E sua postura insiste em se mostrar jovem chegando a serem ridículos, porque a juventude vai embora, queiramos ou não.

O ideal é não perder a noção, é bom amadurecermos nossa sabedoria também para enxergarmos a vida plenamente enquanto estamos por aqui!

Gente imatura me irrita em geral!! Candidatos a namorado então, se forem imaturos já perdem 5 pontos!!

Vivo num contrasenso, porque embora eu saiba que é difícil encontrar um homem maduro o suficiente para se encantar por uma mulher de meia idade e fora dos padrões (não importa a idade que ele tenha, homens em geral desejam as mulheres de 25 anos!), alimento a esperança de que em algum lugar existe esse homem maduro que vai se interessar pela inteligência e personalidade marcantes que eu tenho.

Enfim, depois de encontrar com esse ex-ficante e me irritar, lembrei-me muito dessa música, porque, por mais que eu esteja confortável com a solidão não estou descrente nem amargurada, sinto saudades de amar!

Quem disser que eu tenho filho e amigos que me amam e a quem eu amo vai tomar um cascudo, tá? Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa!! :-)

4 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Nós estamos em estágios parecidos, mas com algumas diferenças. Por exemplo, eu estou com raiva de homens imaturos, não ando amargurada por estar só, até gosto em muitos momentos. Já esperança de encontrar um homem legal, por quem me encante... huuummm essa anda meio fraquinha...rs

Beijocas

Taw disse...

hum... ainda não tive a oportunidade de conhecer [pessoalmente] pessoas maduras no Brasil.

Sem querer dar palpite... mas já digitando-o... hehehe... e se fosse possível que em vez de encontrar alguém já 100% pronto nesses termos, você constuisse junto a ele a maturidade...

hum... não imagino o quanto pode ser difícil... imagino apenas a qualidade da conexão [a ser] gerada.

é só uma humilde sugestão...

:/

Le Vautour disse...

Nota de rodapé: pode ser que a pessoa que diga o que você disse para ela não dizer, no fundo, no fundo, goste de levar uns cascudos, ó! Hahahahahaha!
Desculpe, não resisti: a bola estava levantada, fui lá e... paaaffff!
Quanto à realidade do que é dito no texto, arre, concordo integralmente. Gosto de ver a máscara da idade enrugando meu rosto. Oxalá possa eu envelhecer por dentro junto com o meu corpo. É muito saudável.
Abraço de duas asas!

She disse...

Cansei de pessoas que se trancam no rock e esquecem que é preciso amadurecer. Adorei o post, virei visitar sempre :)
Boa semana pra vc