domingo, setembro 26, 2010

Às vezes me dá um enjôo de gente. Depois passa e fico de novo toda curiosa e atenta.

1974, A via Crucis do Corpo, Clarice Lispector, conto "Antes da Ponte Rio-Niterói".

Pois é... eu sou assim... tem horas que me dá uma vontade de sumir com muita gente e outras que eu quero encontrar todas as pessoas do mundo!!

Talvez por isso que eu goste de gatos né? Nesse exato momento que eu estou escrevendo, a Tigrinha está levantando e se espreguiçando na frente do meu monitor...

Embora as pessoas me enjoem, a criatividade humana me impressiona! Eu preciso comprar uma nova máquina digital para registrar as coisas que eu vejo por aí!

Como esse recado no gramado de um prédio lá na Gávea...


Ou essa num banheiro no Centro do Rio (aliás naqui no Rio o pessoal fala xixi, até numa placa oficial, particularmente eu acho estranho...)


Ou essa que o pessoal do trabalho fez...

4 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Sim! Eu me enjoo de gente e depois quero algumas por perto, mas no geral acho que apesar de gostar muito de cachorro, sou mais parecida com gato... rs

Beijocas

Tatiana disse...

Acho que o enjoo acontece quando o convívio é muito intenso,sem espaço,sufocante, com cobranças...Deus me livre..tenho horror, e isso vale pra relacionamento também!
Um pouco de sensibilidade da outra parte ajuda bastante no problema.
Bjs.

::::FER:::: disse...

Eu tenho horror a visitas, ( na minha casa), principalmente de manhã quando me acordam...



:::FER:::

Mary West disse...

Isso me lembra um comentário que li alguma vez sobre o BBB. Não daria certo ir p/ lá, ia logo querer ficar num canto.