sábado, abril 23, 2011

Eu sou descendente Zulu, sou um soldado de Ogum, um devoto dessa imensa legião de Jorge.

Ogum
Zeca Pagodinho


Então, eu faço aniversário dia 25 de abril, sou admiradora de são Jorge, e trago Ogum de frente! Não sou católica, nem umbandista, mas há conceitos que ficaram em mim, e eu gosto de pensar que o sobrenatural está me protegendo de alguma forma.

Porque inimigo não é aquela pessoa que quer me pegar desprevenida, me acorrentar numa cadeira de ferro, presa por uma corda ensanguentada com corvos bicando, apoiada em duas tábuas finas de madeira acima de um poço cheio de tubarões famintos.

Inimigos são pessoas que mesmo sem querer (normalmente não é), infernizam alguns segundos do nosso dia, se metendo na nossa vida de alguma maneira, muitas vezes dizendo que é só porque queria ajudar...

Ele pode ser seu parente, pode ser seu colega de trabalho, pode ser um seguidor do seu blog e pode ser uma vaca que estava no salão hoje de manhã quando fui fazer as unhas...

Cheguei cedo (o que não é o normal) e minha manicure ainda estava ocupada. Peguei um café (porque eu já sou de casa) e pedi um isqueiro pra dona do salão.

Aí diz a vaca: Não dá não Zezé, se é pra fumar não dá!!
Daí ela me olha e diz: Não fuma não, cigarro faz tão mal pra gente...
E eu: Pois é, eu já tentei parar e voltei...
E a vaca: Ah não parou porque não quis, não tem vergonha na cara, eu digo sempre isso pra minha filha...
E eu? Bem, pra não mandar ela, a filha dela e o cigarro da filha dela pra casa do caralho, saí e fui acender o cigarro no bar que fica na esquina do salão.

O que pensa uma pessoa quando diz pra outra qualquer merda e justifica dizendo que fala o mesmo pra seus filhos, seu esposo, sua mãe ou quem quer que seja o infeliz que tenha tido o azar de fazer parte dessa família??

Então pegando o gancho desse post da Fernanda, eu digo que ao contrário dela, não quero dar chance a quem me incomoda não!!

Ah vá se catar!! É por essas e outras que eu cada vez mais evito dar papo pra gente estranha. Eu heim!! São Jorge, me ajude a espantar esses dragões!!

Eu andarei vestido e armado, com as armas de São Jorge.
Para que meus inimigos tendo pés não me alcancem,
tendo mãos não me peguem,
tendo olhos não me enxerguem
e nem pensamentos eles possam ter para me fazerem mal.
Armas de fogo o meu corpo não o alcançarão,
facas e lanças se quebrarão sem ao meu corpo chegar,
cordas e correntes se arrebentarão sem o meu corpo amarrar.

4 comentários:

Fernanda Iasi disse...

Pois é Jade, mas sinceramente não sei se vale a pena. Porque tem gente que não sabe perdoar e continua falando no assunto, aí tenho que te dar razão, melhor andar sob a proteção do nosso São Jorge. Bjo querida

Tatiana disse...

Rs...cada uma que aparece, como voce disse, tenho pena dos familiares da criatura!!
Beijocas!

Dama de Cinzas disse...

Aconteceu uma vez comigo no salão. Uma dona que fez uma observação bem idiota sobre funcionários púlblico e ainda me perguntou, sabendo que sou funcionária pública. Dei uma resposta safada e um olhar maldito que ela se calou e ficou quieta até acabar a unha dela. Aliás salão é um lugar que destesto.

Beijocas

Flor de Lótus disse...

Oi,J@de!Tem aquela sábia frase que diz "se conselho fosse bom ninguém dava,vendia" e ale´m do mais de boas intenções o inferno tá cheio.Odeio esse tipo de gente que adora se meter na vida dos outros, resolver o problema dos outros é sempre muito fácil,mas olhar para a sua própria cola dois demais ai o calo aperta...
Feliz Páscoa!E que São jorge nos abençõe sempre!
Beijosss