segunda-feira, junho 18, 2012

À noite, todos os gatos são pardos...

Madrugada de sábado para domingo, três e meia. Ainda acordada, já que tinha dormido muito de tarde, toca o telefone, número restrito.

Eu: Alô
Voz: Mãe, mãe, mãe!!
Eu: (já sabendo que não era meu filho) Quem é que tá falando?
Voz: Mãe, sou eu mãe, eu tô machucado!!
Eu: Acho que você ligou errado, eu não tenho filha.
Voz: Mãe, sou eu, seu filho!
(hum... parecia uma menina)
Eu: O que houve com você?
Ele: Os bandidos mãe, me roubaram, me pegaram, eu tô todo machudado!!
Eu: Tá, e onde é que você tá?
Ele: Mãe, eu tô no carro com os bandidos, mãe, socorro!!
Eu: Mas onde é que você está?
Ele: Mãe eu não sei, não conheço esse lugar, mãe socorro, você tem que vir aqui me buscar, por favor mãe!
Eu: Mas se você não sabe onde você está como é que eu vou buscar você?
Ele: .............................
Outro pega o telefone
Outro: Senhora, nós estamos com seu filho!
Eu: Hã e o que é que você quer?
Outro: Não, porque seu filho está conosco, qual é o nome que a senhora deu pro seu filho?
Eu: Ué, você não está com ele? Então, por que você não me diz o nome dele!
Outro (puto): Não minha senhora, a senhora vai ter a oportunidade de salvar seu filho!
Eu (véi, na boa, cansei): Ah mermão, são três e meia da manhã e eu cansei, vai tomar no cu e vai passar trote pro caralho!!
.................................

Não ligou mais!

Depois eu fiquei pensando que podia ter me divertido mais, feito ele falar bastante, ter mandado matar o filho, fingido que estava rastreando a chamada... fica prá próxima, né??

7 comentários:

silvioafonso disse...

.


Cara, que loucura.
Você é peituda, hein,
no bom sentido, claro.

Beijos do,

Palhaço Poeta






.

✿ chica disse...

Rsssss...Tiveste senso de humor, apesar de tudo...rs beijos,chica

Cristina disse...

hahahahahahahahaha

É muito bom se divertir com esses trotes. Eu já mandei esquartejar minha mãe. O cara dizia: Eu vou matar a veia... e eu falava: Mata ela é uma emprestável, não vou mais precisar trocar a frauda dela... o cara gritava e eu gritava mais ainda... Claro que eu só fiz isso porque minha mãe estava sentada do meu lado. Caso ela não tivesse eu ficaria assustada.
Em casa nós temos uma lei: caso aconteça um sequestro com um de nós combinamos de dizer uma frase secreta, para a pessoa que atender o telefone ter certeza que é um de nós que fomos sequestrados mesmo.

Beijocas

jose claudio disse...

Oi, Patrícia. Que ousadia, hein? Outro dia ligaram para a minha irmã falando que estavam com a filha dela, só que msmo com a minha sobrinha em casa, ela ainda ficou apavorada, meio em dúvida. hahahaha! Meu cunhado tomou o telefone e xingou as mesmas coisas que você, rsrs.

abração. paz e bem.

Codinome Beija-Flor disse...

KKKKK
Tinha que ser vc.
Mas faz uns 2 anos que passei pela mesma coisa e minha filha estava no quarto ao lado eu disse que podia matar que eu estava muito ocupada.
Só DEUS na causa mesmo.
Que saudade eu estava daqui, como sempre é certeza de dar boas gargalhadas.
bjs

Pandora disse...

Se fosse meu pai tinha surtado kkkkkk Ou por ter caído na palhaçada ou por não ter caído e eu fico rindo mais coisas assim fazem ele passar mal pra burro!!!

Mas é mesmo muita falta de noção tirar onda com a cara da pessoa usando os filhos... Nem todas as pessoas tem o seu sangue frio, tem gente que surta com coisas assim!!!

silvioafonso disse...

.



Alguma coisa parecida já a-
conteceu comigo, mas hoje
eu eu vim para pedir;
Eu gostaria de convidá-la
a visitar o blog do bar do
escritor aonde, uma vez por
mês eu posto meus textos.
Nesta sexta-feira, 23 pró-
ma, eu falarei um pouco so-
bre a minha vida. Mais exa-
tamente sobre um momento em
que Deus me deu forças para
ajudar a tirar do fundo do
poço um dos meus melhores a-
migos.
Eu sei que você vai entender
o porquê da mensagem.

Espero por você no dia 23
no Bar do Escritor;

http://bardoescritor.blogspot.com

Um beijo do,

Palhaço Poeta






.