terça-feira, março 06, 2007

Tenho medo de gente e de solidão
Tenho medo da vida e medo de morrer
Tenho medo de ficar e medo de escapulir

Miedo;
Pedro Guerra, Lenine, Robney Assis


É bom ser elogiada, é bom quando alguém diz: Ih a Patricia é *f...., um mulherão, guerreira, inteligente, simpática, tem umas tiradas de morrer de rir, carinhosa, autêntica, espirituosa, tá gostosa, com um bundão, tem um sorriso lindo...

Mas é difícil olhar todo dia no espelho e não ver nada disso. É duro fazer força todo santo dia prá sair de casa com a auto-estima debaixo do braço e não grudada na sola do sapato. É preciso fazer muita força prá não querer ser invisível todo dia. E quase todos os dias é exatmente isso que eu quero.

Porque pior do que não se ver, é saber que o que se ouviu foi superficial, quem lhe disse, diria prá qualquer um, não foi especialmente para você. Melhor é continuar me vendo como eu sou do que ouvir balela.

É um saco ouvir isso de um homem sabendo que a intenção não é pura e simplesmente uma trepada. Não que eu seja avessa ao sexo, longe disso!! Mas já passei da idade da ilusão, isso sim acaba com qualquer auto-estima. Melhor seria receber um convite explícito. É sim ou não e cada um que siga seu rumo...

Existe coisa pior do que ser subestimada, perceber que alguém está lhe tratando feito criança ou idiota? Ah fala sério!!

Hoje o dia não está bom.

*Editado em consideração à minha querida Emília

5 comentários:

Beto disse...

Nossa, hoje realmente o dia não parece estar muito bom pra vc. Bem, se conselho fosse bom eu vendia, vc já sabe. Mas o negócio é não se importar com que os outros dizem, sendo superficial ou não. Não os detestem. Sempre há o dia em que o convite para uma boa trepada aparece explicitamente e aí tenho certeza que vc vai saber o que fazer com ele.
um bj

J@de disse...

Beto meu lindo obrigada, seu conselho (que não foi conselho) foi bem recebido!
O dia não tá muito legal mesmo, mas vai melhorar!!

Sujeito Oculto disse...

Um beijinho meu melhora o dia?

Emilia disse...

Calma Jade, não se inquiete tanto, não queira ser invisível, não, que quem olha para você gosta do que vê, tenho certeza.Olhe lá bem nesse seu espelho e descubra você também tudo de bom que ele vai lhe devolver (será que tem o espelho estragado? tem balança que avaria e dá peso a mais, quem sabe é mal do seu espelho?)
Se eu tivesse esse direito pediria para você, em atenção a seus amigos e admiradores deste lado de cá, em especial a careta da vossa mamãe virtual aqui, não usar a palavra em f...que aqui é muito forte e feia.Nunca ouvi, mas acredito que seja assim usada: a Fulana é f...como Vc usa neste post mas me custa tanto a engolir que até engasgo.Desculpe minha caretice.Aí não deve ter a conotação que aqui tem.

Emilia disse...

Ihihih, quando disse que tinha editado pensei que não estava mais lá a tal palavra, mas ela está, só que com pontinhos .... e asterisco * eheheh.Mas agradeço a intenção e o modo gentil e doce como fala comigo e de mim. Um beijinho com muito carinho da 'mamãe virtual'.