terça-feira, julho 17, 2007

A saga de um sem teto!!

A Tigrinha é a mais charmosa do mundo felino, né? Ela é linda, olhos verdes, virgem, tem dote, é um ótimo partido!! Mas ela é exigente...

O Negão tentou muito e desistiu, agora apareceu um brancão. Ela não quer, ele insiste!!
Invade nossa casa, mas percebo que a coisa é séria!! Ele não quer só uma trepadinha, quer morar lá em casa!!

Acho os gatos animais estranhos, não pensam nas conseqüências, vão entrando, subindo, se jogando e não pensam em como vão fazer prá voltar. Até nos desenhos tem sempre a famosa cena do bombeiro sendo chamado para retirar o gatinho do alto da árvore né?

Sexta-feira de madrugada ele se jogou na área, a Tigrinha meteu a mão na cara dele!! Pensando que ele tivesse ido embora, voltei a dormir.

Quando levantei, logo atendi o telefone e fui no quartinho pegar a comida da Tigrinha... dou de cara com ele deitadinho em cima de uns tapetes, é mole?

Começou então nossa saga!! Fiz ele ir para a área, ele nervoso, arrepiado e fazendo "chiiiiiiii" prá mim, só que, quando ele subiu na janela, errou o pulo prá chegar no muro!! Caiu nas cordas onde eu penduro roupa!!

Eu não sabia se desligava o telefone, se ajudava ele, se deixava ele se virar, se sentava prá rir!! Desliguei o telefone e fui ajudar, mas tive que tirar primeiro as fotos... pena que eu não tenho filmadora!!
Ele miava desesperadamente, com medo, segurei as patas de trás, com a voz calma fui falando com ele, acarinhando a cabeça e desenroscando ele das cordas. Coloquei na janela, mas vi que ele não ia conseguir.

Peguei ele no colo, bem encostado no meu peito prá não me arranhar e lá fui eu, de camisola levar o sacana do sem teto prá frente do prédio!! Mas valeu pelo quanto ele me fez rir da sua saga!!

História de uma gata
Enriquez - Bardotti - Chico Buarque

Me alimentaram
Me acariciaram
Me aliciaram
Me acostumaram

O meu mundo era o apartamento
Detefon, almofada e trato
Todo dia filé-mignon
Ou mesmo um bom filé... de gato
Me diziam, todo momento
Fique em casa, não tome vento
Mas é duro ficar na sua
Quando à luz da lua
Tantos gatos pela rua
Toda a noite vão cantando assim

Nós, gatos, já nascemos pobres
Porém, já nascemos livres
Senhor, senhora ou senhorio
Felino, não reconhecerás

De manhã eu voltei pra casa
Fui barrada na portaria
Sem filé e sem almofada
Por causa da cantoria
Mas agora o meu dia-a-dia
É no meio da gataria
Pela rua virando lata
Eu sou mais eu, mais gata
Numa louca serenata
Que de noite sai cantando assim

Nós, gatos, já nascemos pobres
Porém, já nascemos livres
Senhor, senhora ou senhorio
Felino, não reconhecerás

10 comentários:

Anônimo disse...

Os machos são mesmo folgados...
Linda sua Tigrinha. Eu já tive um gato uma vez. Adorei. Ele era lindo e super carinhoso. Tive de viajar por 2 meses a trabalho, deixei ele com uma senhora que nunca mais me devolveu... se apaixonou pelo bichano, mudou e sumiu.
Sobre o seu amigo do outro post, boa sorte...
Um beijo da Mana

Emilia disse...

Jade, sua história de gatos e suas fotos são do melhor que encontrei pela blogosfera nos últimos tempos. Que geito você leva para escrever estas cronicas do quotidiano, hein menina! (é 'cotidiano' para vocês?). É como se tivesse filmado, sua prosa é tão colorida e viva que eu estava lendo e vendo!

Solange A. disse...

Caramba Paty, você conseguiu pegar a cena do gato muito bem! Estas fotos estão hilárias!
Concordo contigo, a Tigrinha é linda de morrer! É interessante observar o grau seletivo dos animais. Muitos animais como cães, gatos, macacos, etc. são super exigentes na escolha do parceiro. Isso ocorre também com os machos. Nem sempre eles aceitam a primeira fêmea que aparece pela frente.

Beijocas

Suzi disse...

menina, eu tenho uma agonia de ver gato se espichando... uuuuui!

juro que não consegui ler o post.

kkkkkkkkkkkkkk
vai entender! tem doido de tudo o que é jeito, mulher!
eu, hein!
(eu sou doida mas sou boazinha, tá? é só agonia!)

drika disse...

gostei daqui.
estou com peninha do gatinho.

conseguiu ver harry potter?

drika disse...

a propósito, descobri q ñ adianta colocar o nome do site pq o editor ñ dá opção de link se ñ for blog do google. maravilha.
então meu site:
loucamente.wordpress.com
nem precisa salvar esse coment.
até mais.

Muneo disse...

So vc mesma pra pensar em tirar fotos!!! kkk!!!
Falo nada viu... =P

J@de disse...

Num raro momento de respostas!!

Mana minha linda quem pega amor por gatos é assim, não os deixa mais mesmo!! E vc tem razão, os machos são folgados mesmo, racionais ou irracionais!! hehehehe!!

Sol, a minha Tigrinha é um nojo de exigente mesmo!!

Suzi, cada doido com sua mania mesmo, vai entender!! hehehehe!!

Drika, eu peguei ele com todo carinho e levei lá prá fora, ele acabou se acalmando... não vi Harry Potter, vou hoje com meu fiho e um amigo dele!!

Muneo querido, eu perco o amigo/gato, mas não perco a piada!!

Beijos prá todos!!

J@de disse...

Emília, aqui é quotidiano ou cotidiano, mas é jeito e não geito!! hehehehe!!
Obrigada pelo comentário querida, você é que é uma perfeição, me deixa toda boba!!
Mil beijos!!

Osc@r Luiz disse...

Eu confesso que não gosto de gatos;
Já tentei mas não consigo.
Não tenho aversão a eles. Apenas não teria um. Ponto. Parágrafo.
Minha irmã tinha o vinil dos Saltimbancos.
Cheguei a fazer o cachorro em uma peça teatral de escola.
Hoje comprei o disco pra que o meu filho de três anos conheça.
Beijo!