domingo, outubro 14, 2007

Capitão Nascimentôôô, eu sou sua fã!!

Fui assistir Tropa de Elite no cinema sexta-feira. Não tenho muito a dizer da história, era o que esperava. Polícia corrupta, classe média hipócrita e meia dúzia tentando fazer o trabalho de mil!!

Vou destacar dois pedaços do comentário que a Drika deixou no post anterior:

"Eu achava meio escroto ouvir meu irmão falando que quer ir pro Bope. Que tem que matar bandido, a forma como ele fala. Mas depois q vi o filme, ele terá todo o meu apoio. Porque é de pensamento assim que a polí­cia precisa mesmo. Gente que quer fazer, e não descansar."

A violência do tráfico chegou a um ponto tal que só mesmo com muito investimento em segurança e dedicação de quem tem culhão prá não se corromper é que pode-se vislumbrar alguma esperança para as próximas gerações.

"Saí­ do filme com vontade de estapear um monte de gente que estuda comigo. Eu faço fotografia, e na minha sala sobram 3 ou 4 pessoas q não usam maconha. Incluindo eu. Acho isso absurdo. Sempre achei."

Minha linda, parabéns para você que tem consciência e visão. Infelizmente tem gente que acha que a lei é para os outros, e que seus atos não influenciam no quadro geral. Ledo engano. Se não houvesse esse monte de maconheiros de merda, o tráfico não teria crescido nessas proporções.

Não me causou surpresa o treinamento do Bope, ou a violência dos traficantes, muito menos as atitudes dos universitários metidos a salvadores da pátria que carregam seu baseadinho no bolso e metem o nariz no pó!!

Enfim, gostei da fotografia, da direção e da atuação do Wagner Moura. Apesar disso, não acho material para Oscar, além do mais não faz o estilo da "Academia". Eu não vi "A ano em que mais pais sairam de férias", mas tenho a impressão que é mais o estilo.

Fiz um teste de personalidade uma vez que dizia: "você quer a paz a qualquer custo, nem que seja no grito", pois é... como toda princesinha eu quero a paz mundial, mas aqui entre nós, eu podia fazer parte do treinamento de alguma tropa de elite por aí!! Dentro de mim habita um "capitão nascimento"!!

Eu sou grossa, intolerante e impaciente, e desejo a paz mundial!!

Coração Civil
Milton Nascimento / Fernando Brandt

Quero a utopia, quero tudo e mais
Quero a felicidade nos olhos de um pai
Quero a alegria muita gente feliz
Quero que a justiça reine em meu país
Quero a liberdade, quero o vinho e o pão
Quero ser amizade, quero amor, prazer
Quero nossa cidade sempre ensolarada
Os meninos e o povo no poder, eu quero ver
São José da Costa Rica, coração civil
Me inspire no meu sonho de amor Brasil
Se o poeta é o que sonha o que vai ser real
Vou sonhar coisas boas que o homem faz
E esperar pelos frutos no quintal
Sem polícia, nem a milícia, nem feitiço, cadê poder ?
Viva a preguiça viva a malícia que só a gente é que sabe ter
Assim dizendo a minha utopia eu vou levando a vida
Eu vouer bem melhor
Doido pra ver o meu sonho teimoso,
Um dia se realizar

11 comentários:

Ana Luísa disse...

Achei seu blog pelo de Felipe Ramone.
Voltei com meu blog meio sem saber o que dizer, mas também assisti ao filme e senti a necessidade de comentá-lo. Aliás, nem comentar o filme, mas a hipocrisia da classe média.

Estou em total acordo com você!
Se é paz que as pessoas pedem, se não fazem por onde merecer, que ela venha no grito!

:*

marcinha disse...

Oi miga!

Acho que culpar os viciados pelo crescimento do tráfico é um pensamento um tanto simplista. O número de viciados também cresce porque a oferta cresce... Longe de mim defender os viciados, mas com certeza foi um conjunto de fatores que influenciou o aumento do tráfico. Dentre eles uma polícia completamente corrupta.

Quanto ao filme adorei! Acho que o Bope dá um exemplo de ação na sociedade!

bjs

Suzi disse...

pois é.
eu teria tanto a ocmentar, mas tô no meio de um processo chato do caramba, e não vai dar...
papo bom pra uma mesinha, entre sucos de abacaxi e bolinhos de bacalhau. (mesinha de bar, em outras palavras)

Beijo!

Aninha Goulart ® disse...

Você pode colocar a enquete da campanha no seu blog. Assim fica mais fácil para você e quem curtir seu blog votar.
Bjos, Aninha
http://arquivinho.blogspot.com

drika disse...

eita, fiquei emocionada! ehehe

e preciso discordar da marcinha. a oferta aumenta qdo a procura é grande! e justificar o cara se drogar pq tem oferta é balela. o cara sabe q é errado. entra nessa pq quer. pq é onda, pq é modinha. não tem personalidade pra dizer "não obrigada(o)".
o tráfico é muito mais do q a sociedade viciada, com certeza. mas que pelo menos 65% de responsabilidade é dessa gente, isso é.

beijos. boa semana!

Sujeito Oculto disse...

É o que eu digo: não queremos mais a paz, queremos ganhar a guerra.

Muneo disse...

Já é o décimo post que eu leio sobre Tropa de Elite (não, retifico, não li, mas sei que esse tal de Capitão Nascimento tem a ver com a baga).
Vô assistir primeiro (acho que o único ser que ainda não viu) e depois leio o post... =/

Bjm

Marcinha disse...

Drika! Tomara que vc nunca tenha um filho, ou uma pessoa próxima lutando desesperadamente para abandonar o vício das drogas! Por que se vc tiver, tenho certeza que pensará duas vezes antes de atirar pedras e crucificar impiedosamente!

°Nathália° disse...

Quando eu vi o filme também fiquei cheia de vontade de sair dando uns tapas muito bem dados na cara de muita gente que conheço...

E depois fazer parte do BOPE... rsrs

Foi o que estava conversando com uma amiga esses dias: a violência chegou num ponto tal que perdemos a noção de "justiça racional" e agora queremos vingança.

Porque justiça, aqui neste país, infelizmente não existe...

Beijos!

Menina Malvada (Ou Kaka) disse...

Eu ainda não vi o Capitão Nascimento, mas que estão falando muito bem do cara, isso estão!

Acho que o tráfico no Brasil é um câncer que tem que ser combatido de cima prá baixo... Primeiro a gente tem que tirar o tumor que é o Lula, prá depois a gente tirar os nódulos das favelas... Entende?

Beijão!

Su disse...

Eu ainda não assisti esse filme, mas quero assistir...
E a letra do Milton do Nascimento é muito bonita!

Bjosss!!!