quarta-feira, abril 15, 2009

Eu vivo só, só, só. Nem sei se é porque eu quis. Eu vivo só, só, só. E acho até que sou feliz.


Léo Jaime


Ando tão conformada, tão satisfeita, tão bem, tão feliz, isso tudo por não estar interessada em ninguém.

Já tive um marido, um namorido, vários ficantes e milhões de paixões... ah tá, nem vem que eu não sou volúvel não, paixão a gente sente até por um picolé de chocolate, vai!!

Eu adoro homem, seu cheiro, seu corpo, a trepada, sendo homem já ganha 5 pontos logo de cara!!

Mas eu estou conformada porque percebi que por mais que a sociedade diga que as mulheres são complicadas, eu cheguei à conclusão que os homens são muito mais.

Tudo bem que nós somos as figuras principais em sua criação, mas pera lá, os homens que conheci nesses quase 45 anos, (é dia 25 de abril tá gente) envelhecem e não aprendem nada sozinhos, nem fazem questão de aprender...

Há homens que encerram relações estáveis porque apaixonaram-se há 5 minutos. Não aprenderam que paixão, como eu disse lá em cima a gente sente até por um picolé de chocolate!!

Outros que nos conhecem agora e já querem ser nossos anjos de guarda, velando e cuidando, principalmente de nossas contas, mas quem continua pagando as contas somos nós. Não aprenderam que cada um tem que cuidar das suas finanças.

Tem também os que pulam de mulher em mulher dizendo que adoram mulheres, mas no fundo no fundo, não passam de uns misóginos, daqueles que desejam diariamente se vingar de mamãe que não os protegeu, não deu carinho, ou que abandonou papai por outro... alouuuuuuu terapia minha gente!!

3 exemplos, 3 homens diferentes, 3 situações que vi repetirem-se muitas vezes!!

Se eu tivesse ido à faculdade de psicologia como queria, poderia hoje fazer uma tese de mestrado, de tão inesgotável, inacabável, é o assunto, enquanto existirem homens e mulheres se relacionando, eu heim!!

Eu poderia também mostrar que há mulheres também são assim mas eu não me relaciono afetivamente com mulheres né? Então...

5 comentários:

Ana Laura disse...

Talvez por isso eu esteja sempre me apaixonando por gays. Comofaz?

Pare o mundo que eu quero descer!!!


Beijo, querida, te vi no twitter, vou te seguir por lá.

Ana Laura disse...

Gente, agora não acho... JURAVA que tinha visto você por lá!

Acho que tô ficando doida. rs

Gambita disse...

Ai vou te falar viu, oh tipinhos dificeis, instáveis, volúveis, mas fazer o que, ainda não consigo viver sem eles! heheheheh
bjos gatona!

Coral disse...

Sei lá...ultimamente tenho me sentido estranha, confusa, talvez seja meio homem ,afinal.
Em Algum Lugar do Tempo.

Leandro disse...

Há uma pressão social muito grande para que nos sintamos párias por preferirmos viver sozinhos. A sociedade é coercitiva e não gosta muito dos "diferentes".

Que mal há em viver-se sozinho? Que mal há em encontrar a felicidade em relações que não estejam baseadas nos sagrados laços do matrimônio?