quinta-feira, agosto 18, 2011

Quem canta, seus males espanta!

Eu tava com esse post guardadinho há alguns dias, andei passando por umas coisas chatas, e este post da Dama de Cinzas foi o gatilho pra o post sair!!

Não existe para mim coisa pior do que a traição! Mas não é aquela traição em que marido/esposa faz sexo com outra pessoa. Isso não é nada comparado ao desrespeito pela condição humana.

Aquela traição onde um ser humano igualzinho a você, resolve, deliberadamente lhe sacanear! A deslealdade ao seu igual.

Eu já falei sobre isso algumas vezes, mas carma é foda, de tempos em tempos vem lhe rondar e se eu não exorcizar, acabo tendo um dia de fúria!!

O desrespeito que vejo por aí, que passo, eu mesma, é por vezes tão insuportavelmente absurdo que eu própria tenho vergonha de ser um ser humano.

Pessoas que se envolvem com outras casadas, pessoas casadas que se põem disponíveis, dando a impressão que estão prontinhas para uma outra relação.

Só isso pra mim, já seria uma falta de decoro ímpar, mas ainda tem gente que não se dando por satisfeita com o mal causado, ainda quer ser amiga da pessoa que traiu? Ah tem dó!!

Outro exemplo é gente que nos julga, e ainda se acha no direito de nos passar uma descompostura, pra momentos depois, ficar cheirando seu rabo, como se tudo que ela disse antes não tivesse importância. Pode não ter para ela, mas para mim tem, eu heim!!

A pior forma de traição, de deslealdade é o desrespeito, o julgamento, é quem acha que não tem obrigação de nada, mas antes que todo mundo lhe deve obrigação. Obrigação de perdoar, de entender, de aceitar.

Para essas pessoas, eu dedico carinhosamente essa canção...


10 comentários:

Cacá - José Cláudio disse...

Texto irretocável, Jade. Meu abraço, paz e bem.

Dama de Cinzas disse...

É verdade! Eu sempre acho que tem uma placa escrita na minha testa mandado qualquer um me dizer os maiores absurdos.

E pior, ainda acham que a gente tem que ouvir aquilo, achar o máximo, ou fingir que não ligou, porque senão somos imediatamente classificadas como grossas e intolerantes.

No momento estou aprendendo a ligar o foda-se a a dizer o foda-se tb... rs

Beijocas

Simone Audrei disse...

É... parece que a Dama tem o dom de incentivar a gente a postar certas coisas guardadas...RSRS...
Quanto ao tema, sou muito boa, mas não pise no meu calo, você com certeza irá se arrepender amargamente. E a música ... amiga, ela é meu mantra, quando estou de saco cheio, saio pela casa cantarolando, tenho até ela gravada pra acompanhar, parece que desopila o fígado, é ótima pra realmente mandar tudo e todos que merecem, irem para aquele lugar.
Bj

Pandora disse...

Aaaah que contar as coisas que nos incomodam dão um alivio na alma... O silêncio é um purgante, a melhor coisa é colocar pra fora mesmo!!!

E sim, desrepeito é dose, traição, deslealdade, falsidade é triste... Aguentar isso já é um purgante, imagine aguentar calada!!!

Pattr!cia disse...

Putz J@de. Tocou no ponto com exatidão. Eu ando numa maré que todo mundo resolveu pisar na bola comigo. E sem fazer o papel de coitada são pisadas de bola feia pra caramba. O duro à principio foi ouvir da boca da minha terapeuta: "Elas fazem isso com você porque você permite" mas no fundo ela tem razão. De uns tempos para cá ando com o botão do foda-se ligado. No começo foi meio difícil mas agora estou me sentindo bem melhor.
Beijos.

José Sousa disse...

Minha querida amiga Jade!
Com toda a sinceridade lhe deixo os meus parabéns,pois este poste está escrito com um asunto do qual eu pensso muita vez! Parabéns, adoreiiiii.

Beijinho bem grande

Carlos Medeiros disse...

Concordo. Pra traição não tem desculpa.

Anônimo disse...

Meu vizinho e eu tinha sido simplesmente debatendo este tema específico , ele é normalmente procurando para me mostrar incorreta. Sua opinião sobre o que é grande e exatamente como eu realmente sinto. Eu simplesmente agora enviei-o este site para lhe mostrar a sua visão pessoal. Depois de olhar sobre o seu site eu ebook marcada e pode estar voltando a ler os seus posts novos !

Suzi disse...

O ser humano cada dia desce um degrau em direção ao esgoto!

As relações que permeiam o respeito, quase não existem mais! Tudo configura o descartável, a equivalência de uma pessoa a um objeto, a lealdade se esquiva a cada esquina, a consideração morreu, e já está cheirando mal...

Antes, me assustava com algumas ações alheias, atualmente, nem me assusto mais. Prefiro não esperar mais atos éticos dos outros!!


Beijos

Mulher de Fases™ disse...

Está cada mais down a high society !!!